quinta-feira, 19 de abril de 2018

FAMÍLIA É FEITA DE REFÉM E TEM CAMINHONETE DURANTE ASSALTO NA ZONA RURAL DE URUARÁ

A PM PRENDEU UM ACUSADO E RECUPEROU A CAMINHONETE TOMADA DURANTE O ASSALTO 


Uma família ficou refém de dois criminosos no início da noite desta quarta-feira, 18, durante assalto ocorrido no km 205 norte, zona rural de Uruará (PA) numa propriedade de lavoura cacaueira. De acordo com informações da Polícia Militar, o assalto ocorreu por volta das 19 horas e 30 minutos quando dois indivíduos armados com arma branca do tipo faca renderam o produtor rural, a sua esposa, a filha e mais um amigo que estava visitando a família. Os indivíduos amarraram pés e mãos das 4 vítimas e em seguida roubaram a caminhonete hilux na cor prata e vários objetos da família, como TV, computador, notebook, 2 botijões de gás, motosserra e outros. Os objetos foram colocados dentro da caminhonete que um dos assaltantes conduziu enquanto o outro indivíduo ficou vigiando a família e posteriormente fugiu na motocicleta utilizada por eles.
Suspeito Kelvin
Mas durante o assalto a filha do produtor rural conseguiu se soltar, correu para o mato e na propriedade tem uma antena de internet e jovem estava com o celular no bolso, a mesma conseguiu passar uma mensagem para um amigo em Santarém informando sobre o ocorrido e o amigo acionou a Guarnição (GU) de serviço da Polícia Militar em Uruará pelo celular que fica na viatura da Polícia 991555682. Inclusive a população pode ligar para este número que fica dentro da viatura. 
A GU de serviço se deslocou até a propriedade rural sendo que os policiais foram abordando todos os carros que seguiam sentido cidade de Uruará durante o trajeto e numa destas abordagens conseguiu interceptar um dos criminosos que conduzia a caminhonete roubada. O suspeito, Kelvin da Silva Costa, 21 anos, da cidade de Altamira foi preso durante a abordagem. O outro suspeito evadiu-se, o indivíduo conhecido por Daniel que está sendo procurado pela polícia. Segundo apurou a PM, os indivíduos vieram roubar a caminhonete em Uruará por que tinham uma entrega para fazer em Altamira a um cliente que havia solicitado uma caminhonete hilux, o que caracteriza o crime como sendo roubo por encomenda. 
Ainda segundo informou a Polícia Militar, na manhã desta quarta-feira, 18, os mesmos indivíduos assaltaram uma família do município de Medicilândia que seguiam para a cidade de Santarém pela estrada do Chapadão (km 180 norte) a cerce de 25 km do centro urbano de Uruará, quando a família que reside no km 70 em Medicilândia, foi obrigada a sair do veículo e ficar no meio da estrada enquanto os indivíduos que estavam em uma motocicleta roubavam a caminhonete hilux, mas acabaram tombando o veículo ao passarem em frente ao lixão ainda no km 180 norte e o assalto foi mal sucedido. O veículo ficou destruído. No início da noite os criminosos assaltaram a família do km 2015, caso já relatado aqui na matéria.
O preso, o veículo e demais objetos foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Uruará para os procedimentos, o suspeito Kelvin Costa deve ser autuado em flagrante pelo crime de roubo e ficar a disposição da justiça.
O veículo e os objetos roubados foram recuperados e serão devolvidos para a família.
A prisão do suspeito foi efetuada pelo 2º sargento PM Alberto, Cabo PM Vagner, Soldado PM Alcântara a comando do major PM Ednei. 
Parabéns aos policiais pelo trabalho desempenhado!

MANIFESTANTES BLOQUEIAM A BR-010, EM PROTESTO CONTRA A PRISÃO DE LULA

A PRF já registra congestionamento de 4 km na via
Divulgação/Polícia Rodoviária Federal
Cerca de 200 integrantes do "Movimento dos Pequenos Agricultores" realizam uma manifestação na manhã desta quarta-feira (18), no km 77 da BR-010, no município de Ulianópolis, no sudeste do Pará.
Os manifestantes protestam pela prisão de Ex-presidente Lula e querem que uma comissão seja recebida no Instituto de Terras do Pará (ITERPA) em Belém, para discutir a inclusão de um documento no processo que garantirá a posse deles em um terreno invadido.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a via está totalmente bloqueada e um congestionamento de 4 km se formou no local. 
Fonte: Portal ORM

SENADO APROVA PROJETO QUE OBRIGA ESCOLAS A COMBATEREM BULLYING

Com a aprovação dos senadores, matéria segue para sanção presidencial
Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação)
O Senado aprovou, nesta terça-feira (17), o projeto que obriga as escolas a desestimularem seus alunos à prática do bullying. Em votação simbólica, os senadores aprovaram a proposta, que segue agora para sanção presidencial.
O projeto altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação para incluir, entre as competências dos estabelecimentos de ensino, a promoção de medidas de prevenção e combate a todos os tipos de violência, em especial a “intimidação sistemática”, mais conhecida como bullying. Além disso, coloca como atribuição das escolas o estabelecimento de ações destinadas à promoção da “cultura da paz” nas escolas.
Além das atitudes típicas de bullying, a matéria busca combater outros tipos de violência como agressão verbal, discriminação, práticas de furto e roubo, ameaças e agressão física.
Ao relatar a matéria, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) utilizou um dado para comprovar a importância de medidas de conscientização sobre o problema. Um estudo feito em 2016 pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, em parceria com o Ministério da Educação, aponta que 69,7% dos estudantes presenciou algum tipo de agressão dentro da escola.
Na mesma sessão, os senadores aprovaram a proposta que inclui o tema educação alimentar e nutricional nos conteúdos das disciplinas de ciências, no ensino fundamental, e biologia, no ensino médio. Com o objetivo de diminuir os índices de obesidade infantojuvenil, a matéria entrará em vigor seis meses após ser sancionada pelo presidente Michel Temer, o que deverá ocorrer nos próximos dias.
Por: Paulo Victor Chagas 


quarta-feira, 18 de abril de 2018

SEGUNDA INSTÂNCIA REJEITA ÚLTIMO RECURSO DE LULA NO CASO DO TRIPLEX

Por unanimidade, TRF4 rejeita último recurso de Lula na segunda instância.
 Foto: Divulgação/TRF4
A Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) rejeitou hoje (18), por unanimidade, o último recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na segunda instância contra a sua condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá (SP).
Participaram do julgamento os desembargadores Victor Laus, Leandro Paulsen e o juiz federal Nivaldo Brunoni, que substituiu o relator, desembargador João Pedro Gebran Neto, que está de férias. A votação do recurso durou poucos minutos, pois acusação e defesa não fizeram sustentação oral.
Com a publicação do acórdão [sentença colegiada] da decisão, o que deve ocorrer em até 10 dias, encerra-se a tramitação do caso de Lula na segunda instância, onde o ex-presidente buscava reverter sua condenação a 12 anos e um mês de prisão no caso do triplex. .
O recurso rejeitado nesta quarta-feira foi um embargo de declaração contra decisão, de março, na qual os desembargadores da Oitava Turma – João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Laus – negaram o primeiro embargo de declaração de Lula contra sua condenação no TRF4.
O embargo de declaração é um tipo de recurso destinado a esclarecer obscuridades e contradições de uma sentença, embora não preveja a mudança na decisão final de um julgamento. A defesa, porém, havia apontado contradições cujos esclarecimentos poderiam, segundo os advogados, resultar na absolvição de Lula.
No segundo embargo, os advogados de Lula tinham argumentado que, no julgamento do primeiro, o relator Gebran Neto caiu em contradição ao reconhecer, em um trecho de seu voto, que a transferência do triplex para o ex-presidente nunca foi efetivada pela empreiteira OAS, embora, em outra parte, tenha escrito que a condenação por corrupção passiva ocorreu devido ao recebimento do bem.
Os embargos dos embargos foram protocolados pela defesa Lula após a prisão do ex-presidente no último dia 7, por ordem do juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, que não aguardou o julgamento do último recurso na segunda instância.
Novos recursos
A partir de agora, a defesa poderá somente apresentar os recursos especial e extraordinário, destinados ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF), respectivamente. Tais apelações não preveem reexame de provas e se destinam a questionar irregularidades processuais que eventualmente tenham violado leis federais ou princípios constitucionais.
Os prazos para entrar com esses recursos dependem do tratamento que será dado ao caso. A lei dá à defesa 15 dias corridos a partir da publicação do acórdão final do processo pela segunda instância, mas caberá à vice-presidente do TRF4, desembargadora Maria de Fátima Laberrère, decidir se a contagem  começa com a negativa do segundo ou do primeiro embargo de Lula.
A desembargadora vai analisar se os recursos especial e extraordinário atendem aos requisitos necessários antes de serem encaminhados às instâncias superiores.
Fonte: Agência Brasil

JÁ SÃO 5 VEÍCULOS APREENDIDOS EM OPERAÇÃO POLICIAL QUE PRENDEU CONHECIDO EMPRESÁRIO DE URUARÁ


Um empresário do município de Uruará, bastante conhecido da população, foi pego na cidade de Altamira com caminhonetes roubadas. Dois veículos foram apreendidos
Na delegacia, após verificação mais detalhada, a que estava com Placas do Paraguai constou o chassi adulterado.
Segundo informou a Polícia Civil, após oitiva, o indivíduo confessou que era roubada e que outras pessoas na região tinham comprado veículos também com placa do Paraguai, possivelmente adulteradas.
Assim, a equipe da PC em Uruará foi acionada pela superintendência e realizaram diligencias, foram em busca dos veículos com placas do Paraguai e apresentou na Depol.
Ainda de acordo informou a polícia, até o momento além das duas caminhonetes apreendidas em Altamira, também foi apreendido em Uruará um hummer e uma SW4, mais diligências ainda estão em curso para localizar outros veículos e procedimentos serão também instaurados no município de Uruará. Nesta quarta-feira, 18, foi apreendida mais um veículo em Uruará, uma caminhonete L-200 com placa do Paraguai adulterada, agora já são 5 veículos apreendidos na operação.
Os presos, Jose de Souza e Alejandro Guedes, foram autuados em flagrante pelos crimes de adulteração de sinal identificador, receptação e tráfico de drogas e estão a disposição da justiça.

Por: Joab Reis

VEREADOR MANO DADAI DO PRTB É PRESO EM NOVA FASE DA OPERAÇÃO PERFUGA EM SANTARÉM


Mano Dadai era inclusive suplente de Reginaldo Campos, do qual vinha exercendo a vaga após do ex-vereador que também foi preso pela operação. O vereador Mano Dadai (PRTB) e sua ex-esposa foram presos na manhã de hoje, 18, em nova fase da operação Perfuga em Santarém. 
Os dois foram assessores do ex-presidente da Câmara de Vereadores Reginaldo Campos (PSC), apontado como chefe da Perfuga.
Por telefone tentamos manter com seus assessores e advogados, porém não tivemos êxitos. Ainda hoje, mais informações sobre a prisão do vereador.
Nesse momento ele ainda se encontra na delegacia de Polícia prestando esclarecimentos nos tramites legais. Mano Dadai, vereador e ex-assessor de Reginaldo Campos.

INCRA EMPOSSA NOVO CHEFE DE UNIDADE ESPECIAL DE ALTAMIRA (PA)


Andrei Castro assina termo de posse na presença do superintendente
 do Incra no Oeste do Pará, Mário Sérgio da Silva Costa
ANDREI GUSTAVO LEITE VIANA DE CASTRO assinou, na manhã desta segunda-feira (16), o termo de posse como chefe da Unidade Avançada Especial do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) em Altamira (PA). O ato de assinatura ocorreu na sede do órgão em Santarém (PA) e foi acompanhado pelo superintendente da autarquia no Oeste do Pará, Mário Sérgio da Silva Costa.
A portaria de nomeação de Andrei Gustavo Castro como chefe da Unidade Avançada Especial do INCRA de Altamira (PA) foi publicada no dia 20 de março, no Diário Oficial da União (DOU). Ele substitui Alderley Cândido da Silva.
Mário Costa assina termo de posse de Andrei Castro
como chefe da UA Especial de Altamira
Andrei Castro assume amanhã (17) a gestão da UA Especial de Altamira, cuja área de jurisdição compreende mais nove municípios: Vitória do Xingu, Senador José Porfírio, Porto de Moz, Anapu, Pacajá, Brasil Novo, Medicilândia, Uruará e Placas.
Castro, 40 anos de idade, tem formação em gestão pública (UNAMA), em nível de graduação, e pós-graduação (especialização) em sociedade, cidadania e políticas públicas pela Universidade Federal do Pará (UFPA). A última função pública que exerceu foi a de delegado federal do desenvolvimento agrário no Pará.
Anteriormente, Andrei Castro ocupou os cargos de superintendente federal de Agricultura do Estado do Pará (SFA/PA); secretário de Agricultura do Estado do Pará (SAGRI/PA); e diretor-geral da Agência de Regulação e Controle do Estado do Pará (ARCON/PA).
FONTE: LUIS GUSTAVO/INCRA/OESTE DO PARÁ

POLÍCIA CIVIL E MORADORES DE RURÓPOLIS FAZEM DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS A COMUNIDADES CARENTES DA REGIÃO

A Polícia Civil deu todo apoio a um ação solidária idealizada por moradores de Rurópolis, no sudoeste do Pará, com objetivo de arrecadar alimentos para serem doados em comunidades carentes do município. Sandenes Saraiva e Reginaldo Sousa, responsáveis pela ação solidária, estiveram à frente da distribuição dos alimentos arrecadados na última sexta-feira, 13.
Algumas comunidades situadas em estradas vicinais em Rurópolis receberam a visita da ação solidária. Foram entregues aproximadamente 50 cestas básicas de alimentos não perecíveis arrecadados no mês de março durante um evento denominado Moto Trilha beneficente realizada pelo 4º ano seguido na cidade de Rurópolis.
Os participantes do evento e moradores da cidade se envolveram com a doação de um quilo de alimento não perecível em prol das famílias residentes em vicinais. Para fazer a entrega, explica o delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da Unidade Integrada Propaz (UIPP) de Rurópolis, a equipe da Polícia Civil formada também pelos investigadores José Francione e Christian Magalhães auxiliaram na programação.
"Junto aos organizadores do evento esportivo, cumprimos mais uma vez nosso papel social. A Polícia Civil chegou até essas comunidades levando não somente o material. O que não se mede e nem pesa, que é nossa presença e atenção, um sorriso e uma palavra amiga”, detalhou o delegado.
Sandenes Saraiva explica que há 4 anos o evento é realizado no município de Rurópolis e a cada vez mais o número de participantes aumenta, inclusive com pessoas de outras cidades. "O evento é realizado com segurança e responsabilidade, cujo resultado tem sido benéfico em prol de moradores carentes das próprias vicinais onde a trilha acontece”, ressalta o morador.
Fonte: PC/PA

POLÍCIA CIVIL PRENDE ENVOLVIDOS EM CRIMES EM URUARÁ

Objetos recuperados

A Polícia Civil prendeu, nos últimos dias, em Uruará, sudoeste paraense, seis pessoas envolvidas em crimes, como tentativa de homicídio e roubos, no município. Um dos presos é Breno Coutinho da Silva acusado de tentativa de homicídio contra a própria companheira e o filho menor de seis meses. Ele foi preso em cumprimento a mandado de prisão decretado pela Justiça. Os demais presos são acusados de integrar um grupo de assaltantes. No caso da prisão de Breno, o crime foi cometido em junho de 2016, após uma discussão familiar.
As investigações mostram que Breno desferiu um golpe de faca na companheira. Durante a confusão, o filho de apenas seis meses do acusado, que estava no colo da mãe, também foi esfaqueado. A criança sobreviveu, após ser internada em estado grave e passar por cirurgia. Breno fugiu após o crime. Durante as investigações, a Polícia Civil solicitou à Justiça medida cautelar de prisão do acusado. A Justiça decretou a ordem de prisão. Segundo informações levantadas, Breno voltou ao município. Foi quando ele foi encontrado e preso.
ASSALTANTES Em operação realizada pela Polícia Civil, cinco suspeitos foram presos acusados de participação em roubos no município. No local onde os acusados foram presos, os policiais civis apreenderam uma arma de fogo, duas motos e uma camionete usados em crimes. Um dos presos confessou ter praticado um roubo na semana passada. Na ocasião, foram roubados um cordão, uma pulseira e o celular. O preso também confessou que uma das motos era roubada.
Segundo o delegado Walison Damasceno, quatro deles são da cidade de Santarém, mas não apresentaram documento algum e alegaram que estavam apenas "passeando" em Uruará. Os bens da vítima foram recuperados. Os presos foram autuados por receptação, posse de arma de fogo e associação criminosa armada. Um dos presos reconhecido pela vítima foi também autuado pelo crime de roubo e teve a prisão preventiva representada na Justiça. De acordo com o delegado, os suspeitos praticavam roubo na cidade de Uruará e levavam os objetos roubados para vender em Santarém.
Fonte: PC/PA

ENTRADA DE ARMAS DE FOGO NA CADEIA PODE TER SIDO FACILITADA


Armamento pesado, como fuzis, foi encontrado no Centro de
Recuperação Penitenciário do Pará. (Foto: Agência Pará)
Uma grande balbúrdia da Superintendência do Sistema Prisional do Estado do Pará (Susipe) e duas ocorrências que só não tiveram resultados ainda piores porque faltou financiamento suficiente. É assim que o deputado estadual e soldado da Polícia Militar, Tércio Nogueira (PROS), avalia o que houve após as tentativas de fuga do Centro de Recuperação Regional de Bragança (CRRB), esta semana, e no Centro de Recuperação Penitenciária do Pará III (CRPP III), em Santa Izabel, na semana passada. Nas duas situações, 27 detentos, incluindo um agente prisional, foram mortos, além de um armamento de guerra apreendido e que o Governo do Estado segue se negando a informar como foi parar na mão dos presos.
Para o parlamentar, o Governo quer escamotear a fragilidade da Susipe. “Foram encontradas até armas longas, eu tenho um vídeo que mostra, de dentro do presídio em Santa Izabel, meliantes atirando com essas armas longas. Como que entram? O sistema carcerário tem muitos furos e o Estado não quer assumir essa incompetência, tanto lá no CRPP III como em Bragança. Não quer divulgar porque tem a ‘panela toda furada’”, disparou.
O deputado segue o relato afirmando que há vídeos amadores mostrando os presos, de dentro da cadeia, atirando nas guaritas e na muralha. “É balbúrdia da Susipe, que assina atestado de incompetência quando não consegue preparar os seus servidores, não consegue investigar melhor quem faz essa triagem, não consegue barrar essas armas de chegar na cadeia. Quem morreu estava dentro fortemente armado e tentando fugir. O Sistema Prisional tem de assumir que facções criminosas chegaram e assumir incompetência, levar ao governador, reformular o trabalho”, denunciou.
Para ele, duas ações dessa magnitude não foram pensadas do dia para a noite, e sim organizadas em tom de maestria e com um bom dinheiro envolvido. “Fuzil não se compra com pouco dinheiro, custa R$ 10 mil, R$ 15 mil no mercado negro. Foi orquestrado. Alguém financiou. A Susipe tem de vir a público e assumir que podia ter sido pior, e não foi porque não tinha mais dinheiro”, continuou.
O petista Carlos Bordalo, que assinou o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), no fim de 2014, que investigou a atuação de grupos de milícia no Estado, afirma que não é de hoje que o sistema prisional está dominado por facções criminosas. “O Estado finge que comanda e os presos fingem que são controlados. Prisão virou espaço de planejamento, de ação orquestrada, onde se comanda o que é feito aqui fora”, lamentou.
Ele voltou a citar a importância de colaboração federal, como já ocorre em estados como Maranhão, Rio Grande do Norte e Espírito Santo, que recorreram à ajuda após lidarem com sangrentas rebeliões em seus sistemas prisionais.

DEPUTADOS CRITICAM SUSIPE PELA FALTA DE INFORMAÇÕES

Líder do MDB na Assembleia Legislativa, Iran Lima também teceu duras críticas ao fato de o sistema de Segurança Pública dificultar a divulgação de informações. “Quando teve motim em Bragança, à noite, não havia confirmação oficial das mortes e as redes sociais todas confirmando, falando até os nomes de quem tinha morrido. Mas a Susipe dizia que não sabia ou estava filtrando. A Folha desmentiu o Sistema Prisional quando publicou que todos os mortos do CRPP III eram detentos, não houve resgate. Eram presos com armas pesadas e o Governo tentando encobrir”, criticou.

DIVULGADO RESULTADO PRELIMINAR DA PROVA OBJETIVA DO CONCURSO DA SUSIPE

No dia 25 de abril será divulgado o resultado final da prova objetiva.
FOTO: Cristino Martins
Foi publicado no Diário Oficial ontem (16), o resultado preliminar da prova objetiva do concurso público da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), para os cargos de agente prisional (C-199) e de Nível Superior e Médio (C-204).
A relação dos candidatos que atingiram a nota prevista está disponível no endereço eletrônico www.aocp.com.br. A interposição de recursos poderá ser feita da zero hora do dia 17 de abril até às 23h59 do dia 18 de abril.
Após o período de recursos, no dia 25 de abril será divulgado o resultado final da prova objetiva e também o nome dos candidatos habilitados para correção da prova discursiva.
Etapas
O concurso público da Susipe é constituído de duas fases, observadas as peculiaridades do cargo a qual cada candidato concorre. A primeira fase tem as seguintes etapas: prova objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; avaliação psicológica, de caráter eliminatório; exame médico, de caráter eliminatório; prova de aptidão física, de caráter eliminatório; investigação social para verificação de antecedentes pessoais, de caráter eliminatório e avaliação de títulos, de caráter classificatório, para os cargos de nível superior, sendo, porém, facultada a sua exigência.
A segunda fase será a etapa referente a realização do curso de formação profissional, no Instituto de Ensino e Segurança do Pará (Iesp), com carga horária mínima prevista de 400 horas, de caráter eliminatório e classificatório. Será considerado aprovado no concurso público, após a realização da primeira fase, o candidato que atender aos requisitos de carga horária, frequência e nota mínima exigidos no Curso de Formação Profissional.
Fonte: Redação Portal ORM com informações da Agência Pará

PRÓXIMO À MEDICILÂNDIA: APÓS MONITORAMENTO DUPLA É PRES COM CAMINHONETES ROUBADA E CLONADA, DROGA E RÁDIOS DE COMUNICAÇÃO


Após chegar ao conhecimento da Polícia Militar de Altamira a situação de uma caminhonete que havia sido tomada de assalto com refém, na cidade de Canaã dos Carajás a guarnição em serviço do 16°BPM de Altamira em contato com outros Policiais de Marabá e do Estado de Tocantins conseguiram acompanhar o deslocamento dos elementos juntamente com o apoio da Policia Rodoviária Federal em barreiras na entrada da cidade.
Porém os acusados deram entrada por um desvio e o acompanhamento continuou no sentido a cidade de Medicilândia onde foi feito contato com o GTO de Altamira que fazia o Policiamento naquela Cidade e retornavam para Altamira no final da tarde desta terça-feira (17). Após receber a informação, a Guarnição fez uma barreira próximo ao município de Medicilândia quando se depararam com os veículos e de imediato a Guarnição fiz a abordagem e foi constatado que se tratava dos veículos procurados.
Os dois homens que estavam nos veículos eram ALEJANDRO DOS SANTOS GUEDES é JOSE ADRIANO PERREIRA DE SOUZA (ambos maiores de idade) foram presos e durante uma revista nas caminhonetes com os mesmos foram encontrados e apresentados 3 três rádios HT Motorola, duas caminhonetes uma clonada com placa do Paraguay e a outra Roubada em Canaã dos Carajás e ainda uma certa quantia de maconha prensada dentre outras coisas.
Os dois homens foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil em Altamira para serem tomadas todas as medidas possíveis cabíveis perante nossa justiça.
Fotos e informações: Facebook/Carlos Calaça

terça-feira, 17 de abril de 2018

SUSIPE DIZ, EM NOTA, QUE MORTES DE PRESOS APÓS FUGA EM BRAGANÇA É RESPONSABILIDADE DA PM

(Foto: Clemente Schwartz/Diário do Pará)

Os cinco detentos mortos durante rebelião no Centro de Recuperação Regional de Bragança (CRBB), na manhã de ontem (16), foram identificados. Através de nota, a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) informou que foi oficialmente comunicada pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC), por volta das 14h30 desta terça-feira (17), do resultado da necrópsia dos corpos encaminhados ao IML de Castanhal, após fuga de presos. 
Os fugitivos Alan Monteiro, Arlindo da Silva Silva, Elton Rodrigues da Silva, Rodrigo da Silva Costa e Renan Assunção Mendonça foram identificados por reconhecimento familiar. Todos os corpos já foram liberados.
Através de nota, a Susipe esclareceu que um inquérito policial foi aberto para apurar as circunstâncias da morte dos fugitivos, que ocorreu durante perseguição policial. O caso está sob responsabilidade da Polícia Civil e da Corregedoria da PM.
A Susipe informou ainda que do total de oito fugitivos, além dos cinco mortos já identificados, dois foram recapturados: Luan Victor do Rosário Reis e Rafael Rodrigo Sousa da Silva. Somente o detento Cláudio Robson Amorim ainda continua foragido.
Dois outros detentos que foram feridos por outros presos durante a rebelião seguem internados em um hospital de Bragança e devem ser transferidos ainda hoje para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua. O estado de saúde deles é considerado estável. Os demais cinco presos feridos já foram liberados e retornaram para a unidade prisional.
A Susipe informou também que após a rebelião, 31 presos foram transferidos do CRRB para outras unidades prisionais do Estado.    
Fonte: DOL Com informações da Susipe

DEPUTADOS SÃO IMPEDIDOS DE ENTRAR NA UPA DA TERRA FIRME


Ação se deu após denúncias de que a unidade estava fechada após três meses da inauguração.
Foto: Fábio Costa
Deputados da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) foram impedidos de entrar na Unidade de Pronto Atendimento da Terra Firme (UPA) durante inspeção na manhã desta segunda-feira (16). 
A ação, realizada sem aviso prévio, foi realizada após denúncias de usuários de que a unidade continuava fechada após três meses da inauguração. 
Além da UPA da Terra Firme, os deputados ainda visitaram outra unidades no interior do Estado para apurar outras denúncias como má funcionamento das unidades e obras atrasadas. 
Na porta da UPA da Terra Firme, localizada às margens da avenida Perimetral, os deputados foram avisados pelo segurança do local que deveriam pedir permissão para fazer a visita. Mesmo argumentando sobre o papel significativo do trabalho, não foram autorizados a verificar as condições da unidade. 
Em nota, a Prefeitura de Belém informou que a UPA da Terra Firme deve beneficiar até 300 mil usuários dos bairros da Terra Firme, Guamá e ribeirinhos das ilhas próximas ao Rio Guamá. A unidade está equipada para oferecer atendimento de urgência e emergência nas especialidades de clínica médica, pediatria clínica, traumatologia e odontologia. Ainda ontem, os deputados visitaram outras unidades pela capital e seguiram para verificar as condições das UPAs nos municípios de Castanhal e Capanema.
A Secretaria Municipal de Saúde informa que vai remanejar a equipe do HPSM Humberto Maradei Pereira para a nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Terra Firme, com a intenção de deixar o hospital do Guamá pronto para o início da reforma, que também terá ampliação e mudança de média para alta complexidade. A Secretaria ressalta ainda que está no aguardo da liberação de recursos para o início das obras no hospital e, consequentemente, o remanejamento dos servidores.
Fonte: Portal ORM/O Liberal

ARROMBADORES DE RESIDÊNCIA SÃO PEGOS PELA PM EM ALTAMIRA/ PARÁ


Por volta das 17:45hrs da tarde dessa segunda-feira (16), a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de arrombamento há uma residência na Travessa Coronel Gaioso no Bairro Catedral onde foram levados vários objetos da vítima.
Diante das características repassadas para a Polícia Militar foram feitas as incursões onde por volta das 20:00hrs da noite a Guarnição conseguiu capturar uma adolescente que estava de posse de um notebook da vítima é um outro indivíduo que na hora da abordagem empreendeu fuga correndo pela Avenida Perimetral entrando em uma área de mato. Os policiais fizeram o acompanhamento atrás do elemento e conseguiram captura-lo dentro do matagal.  O acusado, que estava armado com uma faca, tentou agredir um Policial que efetuou um disparo que atingiu a perna do bandido para inibir a sua ação.
Ainda através das informações da adolescente apreendida, foi feita a prisão de mais dois acusados. Um deles teve participação direta no arrombamento e outro que estava de posse de uma parte do material furtado.
Na missão foram empenhadas as Guarnições das Vtr 04, 12, Gto e o fiscal do Policiamento. Todos os elementos foram encaminhados até a Delegacia com todo o material recuperado para os procedimentos cabíveis e foram reconhecidos pelas vítimas.
Fotos e Informações: Facebook/CarlosCalaça