quinta-feira, 30 de junho de 2016

HOJE É O ÚLTIMO DIA PARA OS PARAENSES SACAREM O PIS/PASEP

CERCA DE 56 MIL PARAENSES PODERÃO SACAR O ABONO SALARIAL CORRESPONDE A UM SALÁRIO MÍNIMO (R$ 880)

Quem ainda não sacou o abono salarial do Programa de Integração Social e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep) referente ao ano-base 2014 têm apenas até hoje para procurar uma agência do Banco do Brasil ou da Caixa e receber o benefício. Segundo o último balanço do Ministério do Trabalho, 56.418 trabalhadores paraenses estão nessa situação e poderão sacar, ao todo, cerca de R$ 50 milhões. O valor do abono salarial corresponde um salário mínimo (R$ 880). 
Têm direito os trabalhadores que tenham exercido atividade remunerada durante pelo menos 30 dias em 2014 e tenham recebido até dois salários mínimos por mês nesse período. Além disso, é necessário estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Os recursos que não forem sacados retornarão para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).
Os trabalhadores do Pará que ainda não acessaram o recurso representam 10,48% do montante de 538.546 identificados no Estado com direito a receber o abono salarial do PIS/Pasep. Até o começo desse mês, 482.128 paraenses efetuaram o saque e o valor total pago foi de R$ 400,2 milhões. Em todo o País, até o último dia 24, foram pagos R$ 18,4 bilhões para mais de 22,2 milhões de trabalhadores, 94,14% do total - 5,86% não retiraram o benefício. 
Os Estados com o maior número de pessoas que não fizeram o saque foram o Acre (29,61%), Distrito Federal (12,55%), Santa Catarina (11,90%), São Paulo (11,89%) e Mato Grosso (10,89%). O Pará surge em seguida, com a sexta maior margem dentre todas as Unidades da Federação. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, lembra que o abono é um direito dos trabalhadores, e é importante que eles façam o saque para não perderem o benefício. "O PIS/Pasep é um abono muito importante de um salário mínimo que pode ajudar os trabalhadores em momentos de dificuldades", salienta.
Antes de sacar o PIS, o trabalhador deverá verificar se o benefício não foi depositado diretamente na conta. Caso contrário, deve comparecer com o Cartão Cidadão e senha cadastrada nos terminais de autoatendimento da Caixa ou em uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão Cidadão, o beneficiado pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de um documento de identificação.  Já os participantes do Pasep (Banco do Brasil), após verificar se houve depósito na conta, devem procurar uma agência do banco e apresentar um documento de identificação. 

NUTRICIONISTAS INDICAM ALIMENTOS PARA SUBSTITUIR O FEIJÃO

ESPECIALISTAS LISTAM CINCO OPÇÕES COM PREÇO MAIS EM CONTA

Um dos alimentos mais queridos e consumidos pelos brasileiros, o feijão, em suas mais diversas formas e tipos, é uma leguminosa superpoderosa para a nossa alimentação. Altamente nutritivo, também se destaca por sua versatilidade culinária fazendo parte dos mais tradicionais pratos e composições gastronômicas.


No entanto, o preço do feijão praticamente triplicou e a saída é buscar outros alimentos para substituí-lo. A boa notícia é que existem vários alimentos com as mesmas características nutricionais do feijão.
As nutricionistas do Hapvida Saúde, Débora Lima e Rafaela Souza, indicam cinco opções com preços mais em conta e que substituem o feijão muito bem: lentilha, ervilha, grão de bico, soja e fava. Débora Lima explica que a lentilha é um alimento fonte em proteínas, carboidratos e vitaminas do complexo B, ácido fólico, potássio, fósforo, cobre, ferro e magnésio.
A ervilha é fonte de vitamina B1 e, moderadamente, rica em ferro, potássio e cálcio. "Ela tem melhor digestão se for consumida bem cozida e sem a pele”, observa Débora Lima. A ervilha pode ser preparada em sopas, saladas e risotos.
Rafaela Souza revela que o grão de bico é composto de carboidratos, proteínas e fibras, sendo fonte das vitaminas do complexo B, de ácido fólico, de ferro, fósforo e potássio, devendo ser consumido cozido. "É um alimento que pode ser vendido seco ou enlatado e costuma ser servido em formas de saladas", acrescenta.
Outra dica da nutricionista é a soja. Um alimento vegetal, fonte de proteína e que contém em sua composição carboidratos e fibras, sendo também fonte de vitaminas do complexo B, ferro, cálcio, magnésio, potássio e iodo. "A soja é considerada um alimento funcional, pois atua na prevenção de doenças crônico-degenerativas como os cânceres de mama, de cólo de útero e de próstata", ressalta.

SEM RESPOSTAS: Servidores do Samu realizam novo protesto em Belém

(Foto: via Whatsapp)
Servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizam um novo ato em frente a garagem do Samu, no bairro de Fátima, em Belém, na manhã desta quarta-feira (29) por causa da omissão da Prefeitura de Belém, em relação as reivindicações da categoria.
Os trabalhadores se manifestaram na terça-feira (28) mas não tiveram respostas da Prefeitura.  De acordo com o servidor Carlos Haroldo a Prefeitura não se posicionou sobre a pauta de reivindicações dos trabalhadores e prometem sair do local só após a chegada de algum representante do governo.
"Ninguém veio até a gente para conversar. O Prefeito não está nem aí , trabalhamos em péssimas condições e alguma coisa precisa ser feita. Vamos ficar aqui até que alguém nos chame para conversar", disse Carlos Haroldo.Os servidores prometem interditar a travessa Castelo Branco, próximo a travessa Domingos Marreiro, no bairro de Fátima.
(Foto: via Whatsapp)
Segundo a categoria a pauta de reivindicações já foi entregue ao prefeito Zenaldo Coutinho.
"Apresentamos na segunda-feira (27) uma pauta de reivindicações em que pedimos melhorias nas condições de trabalho, o pagamento do vencimento base, e a troca de ambulâncias, pois as que estamos utilizando para socorrer estão ultrapassadas, velhas e oferecem riscos para os trabalhadores e pacientes", disse Carlos Haroldo.
Os servidores interditaram a travessa Castelo Branco, próximo a travessa Domingos Marreiro, em frente à garagem do Samu por alguns minutos. 
O DOL fez contato com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), na terça-feira (28) e até o momento não se posicionou sobre o assunto.


Fonte: DOL

Castanha extraída da Terra do Meio ganha selo Origens Brasil

A castanha-do-Brasil extraída nas reservas extrativistas (Resex) Rio Iriri, Rio Xingu e Riozinho do Anfrísio, todas localizadas na região conhecida como Terra do Meio (PA), conta agora com o selo Origens Brasil.

A iniciativa, lançada em março pela ONG Imaflora Brasil, visa dar mais transparência às cadeias de produtos da floresta, assegurando sua origem e ajudando o consumidor a identificar empresas que valorizam e respeitam, em suas práticas, territórios de diversidade socioambiental, como é o caso da Terra do Meio.

Nas três reservas extrativistas, cerca de 250 famílias estão envolvidas na coleta de castanha, organizadas em cada uma das unidades por associações de moradores. As famílias também trabalham com a produção das farinhas de coco babaçu e de mandioca, óleos de babaçu e de copaíba e extração sustentável da borracha.

Pioneiro

O Xingu é o primeiro local a receber a certificação, mas a iniciativa será ampliada, em breve, para outros territórios no Brasil. Segundo o Imaflora, responsável pelo selo, a escolha deu-se pela dimensão e importância do território, cujo corredor tem 26 milhões de hectares de áreas protegidas, que vão do Mato Grosso ao Pará, abarcando os biomas Amazônia e Cerrado. A região abriga populações extrativistas e povos indígenas que falam 27 idiomas.

“Como é muito comum que populações urbanas desconheçam a origem dos alimentos e produtos utilizados por elas, o selo funciona como uma importante ferramenta para divulgar e apresentar a origem dos produtos que são extraídos de maneira sustentável e comercializados de forma justa pelas populações tradicionais. O selo também objetiva apresentar a riqueza que a floresta em pé possui e das populações tradicionais ali existentes, suas atividades e parte de sua cultura, as quais, muitas vezes são esquecidas e negligenciadas”, ressaltou Rafael Barboza, chefe da Resex Riozinho do Anfrísio.

Como funciona

O selo Origens Brasil funciona por meio de uma plataforma digital que disponibiliza informações alimentadas pelos produtores locais. No produto industrializado, a marca Origens Brasil é fundida com o código do QR Code, que, uma vez decodificado com o auxílio de um celular, remete o consumidor ao local de origem da matéria-prima e disponibiliza informações sobre os produtores (nome, idade, fotografia), a cultura dos povos e o território de origem.

MPF denuncia desvio de R$ 1,7 milhão da UFPA

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou à Justiça grupo de 16 servidores públicos acusados pelo desvio de R$ 1,7 milhão em recursos federais destinados ao financiamento de projetos educacionais da Universidade Federal do Estado do Pará (UFPA).
Os recursos foram desviados entre 2005 e 2009 na Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), gerenciadora das verbas. Foram denunciados servidores da fundação que na época atuavam como diretores, coordenadores técnicos de projetos e, principalmente, componentes de comissões de licitações.
A denúncia pelos crimes de peculato, formação de quadrilha e uso de documentos falsos foi encaminhada à Justiça Federal em Belém na última sexta-feira, 24 de junho. Caso condenados, os acusados podem ser punidos com até 22 anos de cadeia, pagamento de multas e reparação integral dos prejuízos aos cofres públicos.
Segundo investigações da antiga Controladoria-Geral da União (CGU), agora Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle, o grupo incluía dados falsos em processos de licitações, o que permitia a participação de empresas fantasmas e a emissão de cheques para pagamentos de despesas e serviços não realizados. Os denunciados sacavam os cheques diretamente em agências bancárias.
As licitações não eram publicadas no portal da Transparência da Fadesp, não eram submetidas a pareceres jurídicos e não contavam com documentos essenciais, como comprovantes de entregas de convites a empresas licitantes e envelopes de habilitação e propostas.
“Em todos esses contratos restou evidente a fraude realizada visando o desvio dos recursos públicos, bem como a participação dos servidores ora denunciados, haja vista que todos atuaram no decorrer dos referidos contratos, sendo impossível a conclusão do ato criminoso sem que houvesse a participação de todos os indicados”, registrou na denúncia o procurador da República Alan Mansur Silva.

Passo a passo do modo de operação principal do grupo:

·         Coordenador de projeto educacional solicitava à Fadesp contratação de empresa para fornecimento de serviços ou materiais;
·         A Fadesp selecionava a empresa por meio de licitações irregulares, baseadas em documentos falsos fornecidos pela comissão de licitação;
·         A vencedora da licitação era, na maioria das vezes, uma empresa de fachada;
·         O grupo criava documentação falsa para parecer que os materiais ou serviços contratados haviam sido entregues;
·         As notas fiscais frias, referentes a esses produtos ou serviços, eram atestadas pelo coordenador de projeto;
·         Os cheques para pagamento desses serviços eram emitidos nominalmente para a própria Fadesp, e descontados em agências bancárias por integrantes do grupo de fraudadores.

 Denunciados:

·         Carlos Alberto Tabosa da Silva Júnior
·         João Farias Guerreiro
·         Marlene Perotes de Araújo Brabo
·         Selma Dias Leite
·         Cleidy Aparecida Alves Lopes
·         Marcelo Aguiar de Oliveira Costa
·         Marcela Rodrigues Marçal
·         Eliana Alzira Levy Gomes Fernandes
·         Ney Cristina Monteiro de Oliveira
·         Evanildo Moraes Estumano
·         Jacqueline Cunha da Serra Freire
·         Paulo Flávio Fonseca Bezerra
·         Joselina Alves Araújo
·         Rodrigo Gonzaga Lemos
·         Raimundo Alberto de Figueiredo Damasceno
·         Wanderléia Azevedo Medeiros Leitão
As informações são do Ministério Público Federal no Pará

BARBARIDADE!!! Pai esfaqueia filho de 6 meses de idade em Uruará (PA)

No início da noite desta quarta-feira, 29 de junho, um ato bárbaro de violência vitimou um bebê de apenas 6 meses de idade na cidade de Uruará. O próprio pai da criança acabou esfaqueando o bebê na barriga após chegar em casa aparentemente embriagado quando iniciou uma briga com a mãe da criança e em seguida pegou uma faca e tentou golpear a mãe e acabou atingindo o bebê que estava no colo da mulher.
A Polícia Militar foi acionada, mas o autor da barbaridade, Breno Coutinho da Silva, acabou fugindo e não foi encontrado no local.
A criança foi socorrida e levada para o Hospital Municipal e encaminhada para o Hospital Regional Público da Transamazônica em Altamira devido a gravidade do ferimento que atingiu o intestino do bebê.
De acordo com o Delegado de Polícia Civil, Walison Damasceno, será feito um procedimento de tentativa de homicídio contra o pai da criança, caso ele não se entregue a polícia ou não seja encontrado, sua prisão preventiva será pedida a justiça.

Por: Joabe Reis com informações da Polícia Civil
Fonte: Sistema Regional de Comunicação

quarta-feira, 29 de junho de 2016

BR-230 continua interditada na região de Altamira

Um grupo indígena interditou o quilometro 27 da rodovia BR-230, próximo à Altamira, no sudoeste do Pará, na manhã de ontem (28). Armados com arcos e flechas, os índios não permitem a passagem de ônibus e carros da usina hidrelétrica de Belo Monte, em Vitória do Xingu.
Eles pedem a presença de representantes da Norte Energia e da Fundação Nacional do Índio (FUNAI). A equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) está no local para negociar a liberação da via com os manifestantes.
Durante a tarde, as lideranças ocuparam o escritório de assuntos indígenas da Norte Energia. Os funcionários da empresa deixaram o prédio. Apenas seguranças permaneceram do lado de dentro. De acordo com o cacique Juruna, os índios pularam o muro, porque foram impedidos de entrar na empresa. Eles informaram que só vão sair com respostas concretas para as reivindicações.

Assistência técnica será ampliada para garantir o Programa de Cacau no Pará

O cumprimento de 94,01% da meta de assistência técnica às famílias produtoras de cacau programada para 2015 no Pará levou o conselho gestor do Fundo de Desenvolvimento da Cacauicultura no Estado (Funcacau) a discutir um plano de ampliação do serviço a partir deste ano. A meta não atingiu 100% em função do esgotamento dos escritórios locais de extensão rural, segundo avaliação dos técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).
Um grupo de trabalho formado por técnicos da Sedap, Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) vai elaborar uma proposta de intensificação do atendimento para ser discutida na reunião extraordinária do conselho gestor do Funcacau, no dia 9 de agosto. O plano é para garantir a execução do Programa de Desenvolvimento da Cacauicultura no Pará (Prodecacau) e será executado a partir de setembro para atender 1.500 famílias nas regiões produtoras até 2019, de acordo com projeto já existente na Emater.
A decisão foi tomada nesta terça-feira, 28, durante reunião do conselho gestor do Funcacau, presidido pelo secretário Hildegardo Nunes, na Sedap. Os conselheiros consideraram satisfatórios os resultados do Prodecacau em 2015, quando foram produzidas mais de 15 milhões de sementes híbridas de cacau para atendimento dos produtores. A expansão da área cultivada foi de 38%, a menor taxa desde que o programa foi implantado, em 2011. Em compensação, a renda circulante cresceu 146% em decorrência da elevação do preço do cacau no mercado.

Procurador diz que prefeitura de Vitória do Xingu ficou surpresa com decisão do afastamento do prefeito

Em entrevista coletiva ontem, 28/06, no auditório da Secretaria de Saúde de Vitória do Xingu (PA), o Procurador Geral do Município, Arnaldo Cruz, comentou sobre a decisão do Tribunal de Justiça do Estado em condenar a prisão e afastar o prefeito Erivando Amaral (PSB) do cargo.
O Procurador explicou que a decisão é de uma ação instaurada em 2003, quando Vando era presidente da Câmara de Vereadores de Vitória do Xingu. De acordo com o processo, o executivo era acusado de improbidade administrativa, por suposto ato de falsificação de assinaturas para concessão e pagamento de diárias aos vereadores. O Procurador sustentou que a primeira ação civil pública, originada do processo, foi julgada em 2015 e absolveu, por unanimidade Erivando Amaral, já que nas provas existentes nos autos do processo, não existia qualquer indício que comprovasse a denúncia.
Neste novo julgamento do dia 27 de junho, Arnaldo Cruz afirma que os desembargadores usaram as mesmas informações e laudos do primeiro julgamento que absolveu o prefeito, mesmo assim ele foi condenado a se afastar do cargo, o que surpreendeu toda equipe de governo.
Apesar de todos os membros das Câmaras Criminais condenarem por unanimidade o (hoje prefeito) Vando a 8 anos e 8 meses de prisão, o Procurador alegou não haver nenhum mandado de prisão contra o prefeito. “A decisão estabeleceu apenas o afastamento de Erivando Amaral do cargo de chefe do executivo”, disse Arnaldo Cruz.

Repórter Sidalécio Souza recebe comenda honorífica de cidadão Altamirense no Pará

Repórter Sidalécio Souza recebeu Comenda Honorífica de Cidadão Altamirense na câmara de vereadores em Altamira. 
Meus agradecimentos primeiramente a Deus, depois ao vereador Eládio Farias (Eládio Lampião), a minha esposa Luana Carvalho Souza, a minha família, minha querida e amada mãe Maria Martins que me dá um apoio incondicional, meus irmãos e amigos. Colegas de profissão em fim, essa comenda é para a população e a todos que acreditam no meu trabalho. MUITO OBRIGADO!

HISTÓRICO DO JORNALISTA SIDALÉCIO 

Souza Sidalécio Souza da Silva Carvalho, casado Com Luana Carvalho Dias, pai de três filhos, Sid Henrique, Weyvida Souza e Ketlhyn Vitória. Sidalécio nasceu na cidade de Itapetinga Bahia em 1986 e em 87 chegou a Altamira onde vive há 29 anos. 
Trabalhando na área de comunicação há 14 anos, Sidalécio Souza é reconhecido e registrado como jornalista no Sindicado dos Jornalistas do Pará com registro na Capital do Estado. O profissional já passou por várias emissoras de rádio e televisão, entre elas: o SBT, REDETV, TV Cidade Brasil Novo, TV Cultura, participou com reportagens no SBT Marabá, SBT Tucuruí, Rádio FM Vale do Xingu, Rádio Nativa FM, Rádio Popular FM Brasil Novo, fui correspondente da Regional FM Uruará, correspondente da Rádio Filadélfia 105.9 FM Tucuruí programa “Tribuna do Povo”. Por um bom tempo assumiu cargos importantes em emissoras como: Chefe de redação, produtor, apresentador e diretor de jornalismo, função que ate hoje está a frente. 

Sidalécio Souza também já fez parte da primeira União Municipal do Estudantes de Altamira, a extinta UMEA, depois em 2003 foi convidado a participar da União Geral dos Estudantes com sede em Belém, lutou pela primeira vez pela implantação da carteira escolar para os estudantes em Altamira e pelos descontos em lojas, supermercados, meia entrada em logradouros públicos e meia passagem em transporte intermunicipal e interestadual. O jornalista já foi segundo secretário da Associação dos Profissionais de Comunicação da Transamazônica e Xingu onde ajudou o presidente da APIATX na época Magno Rabelo a realizar o primeiro Seminário de jornalismo para os profissionais da região em Santarém. Atualmente Sidalécio Souza é presidente do bairro Conjunto Ilvalândia, diretor de jornalismo da TV Altamira afiliada a rede Cultura de Televisão, Blogueiro com apoio na recente Associação de Blogueiros do Oeste do Pará e Diretor Social no Conselho Municipal de Bairros e Entidades de Altamira (COMBEMAT).

ACUSADO DE ASSASSINAR TRABALHADOR RURAL EM URUARÁ É PRESO PELA POLÍCIA CIVIL

APÓS A PRISÃO LUANDERSON PANTOJA DA SILVA CONFESSOU TER ASSASSINADO COM UM TIRO DE ESPINGARDA O TRABALHADOR RURAL MÁRIO CESAR SOUSA BISPO DE 40 ANOS
A equipe de plantão da Polícia Civil de Uruará, IPC Alexandre, IPC Silvio Alex e DPC Walison Damasceno, conseguiu prender na tarde desta terça-feira, 28, o nacional Luanderson Pantoja da Silva, de 26 anos, que confessou ter matado com um tiro de espingarda na cabeça o trabalhador rural, Mário Cesar Sousa Bispo, 40 anos, crime ocorrido numa propriedade do travessão 175 norte, na zona rural do município de Uruará (PA), 11 km do centro urbano. O homicídio ocorreu por volta das 21 horas de domingo, 26 de junho de 2016.
Veja mais informações da reportagem no vídeo abaixo:



Adolescente de 16 anos é apreendido por furtar residência em Uruará (PA)

No dia 25/06 indivíduo entrou em uma residência e subtraiu 03 (tres) notebook, 01 (uma) televisão 39', 01 (um) HD externo, e 02 (dois) anéis de ouro. Um indivíduo tentou revender os anéis de ouro em uma loja, sendo que o dono dos produtos foi informado e entrou em contato com a equipe de plantão da delegacia, que fizeram levantamento e conseguiram identificar o indivíduo que estava tentando vender os anéis.  
Tratava-se do menor R.L.S, 16 anos, o qual foi apreendido e conduzido à delegacia na tarde desta terça-feira, 28 onde o menor alegou que foi um outro indivíduo que tinha pedido para ele vender os anéis,  fatos inverídicos,  pois ele acabou entregando onde estava escondido os outros objetos furtados. A equipe foi até o local e conseguiu localizar os objetos. Todos foram recuperados e entregues a vítima.
Contra o menor foi realizado boletim de ocorrência circunstanciado, pelo crime de furto. Participaram da apreensão DPC Walison, IPC Silvio Alex e Alexandre.


terça-feira, 28 de junho de 2016

O FAVORITISMO SE CONCRETIZOU E PANELINHA E CASA MARTINS ESTÃO NA FANAL DO CAMPEONATO DA 14

Val Novaes da organização com Serginho da ASEVEBRAN,
O torcedor Claudio e Roberto Martins, empresário 
e dono do Time da Casa Martins
Nos jogas da rodada de Semifinal válida pelo 1º Campeonato Society da vicinal 14 se enfrentaram no domingo (26) Panelinha e Atlético de Madri da Vicinal 10 às 15:30 com Panelinha abrindo o placar ainda no início do jogo após um belo gol feito pelo camisa 10 Macio que com um toque sutil surpreendeu o goleiro adversário. O time do Atlético de Madri ainda tentou uma reação mas aí valeu a experiência e a história da equipe de Brasil Novo que virou o placar e venceu por 3X2. O outro jogo ficou por conta de Casa Martins e Real Fox de Altamira que entraram em campo às 16:30 e a equipe da Casa Martins venceu com tranquilidade por um placar de 3 X 1 e passou para a grande final.
Hamilton artilheiro com 16 gols até aqui
A Final será neste domingo (03) entre Casa Martins e Panelinha. Não há muita rivalidade entre as equipes e nem favoritos ao título, afinal são equipes de qualidades parecidas e ambas dispõem de jogadores com títulos importantes em Brasil Novo o que dará à partida o principal ingrediente que é a qualidade com esperanças de grandes jogadas e emoção do início ao fim. Contra a Casa Martins vem o fato de ter sido punida com seu principal zagueiro mas tem o artilheiro do campeonato que é o Jogador Hamilton com 16. Falando de punição, o mesmo aconteceu com o Panelinha que perdeu um importante atleta também, mas que possui uma banco mais completo, o que não quer dizer que a equipe seja a favorita.
Alessandro Novaes, Criador do Panelinha
com o Atleta Adelmo Barbosa
Na equipe do Panelinha poderá se destacar o atleta Adelmo que provavelmente se aposentará dos campos este ano, mas que sempre tem surpreendido em jogos importantes. Caso Panelinha seja campeão, o jogador se acumulará o segundo título do anos de sua aposentadoria.
Foram vinte e quatro (24) equipes disputam o título principal com uma premiação de R$ 4.000,00 (QUATRO MIL REAIS), para o campeão, o segundo colocado levará a fração de R$ 2.000,00 (DOIS MIL REAIS)  e o terceiro colocado receberá uma premiação simbólica no valor de R$ 500,00 (QUINHENTOS REAIS).
Antes do Jogo da final, que está previsto para as 16:30 horas no Campo do Zé Bedeu na Vicinal 14 a cerca de quatro quilômetros do centro Urbano, terá um jogo entre os Veteranos 14 e o time da Associação Esportiva dos Veteranos de Brasil Novo. 
A organização aguarda um grande número de torcedores para o jogo entre as duas tradicionais equipes do Município.

Por: Valdemídio Silva

AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE RUMOS DA EDUCAÇÃO NO MUNICÍPIO DE BRASIL NOVO

Em uma Audiência Pública realizada nesta segunda-feira (27) no Ginásio da Igreja Católica em Brasil Novo discutiu a pautas importantes da Educação no Município. O evento estava marcado para começar às 09:00 horas, mas começou apenas uma hora depois.

A Audiência Pública foi solicitada pelo Ministério Público e colocou em pauta assuntos importantes como Infraestrutura onde o destaque foi a construção da Escola Estadual de Ensino Médio Brasil Novo, Transporte, PCC, Valorização Profissional onde foram discutidos as questões ligadas ao PCCR e reajustes salarias, Concurso Públicos e Repasses Públicos. Para debater o assunto foram abertas inscrições para o cinco pessoas de plenária para cada assunto. Estiveram presentes Representantes da 10ª URE, SINTEPP, O Senhor Sandro dos Santos - Secretário de Administração de Brasil Novo, Otoniel Costa – Secretário de Educação do município, representantes do Conselho Tutelar e o Vereador Professor Walter Soares Gomes, População em geral e Alunos da Casa Familiar.

Após as discussões, a SEMED/Brasil Novo apresentou e entregou ao Ministério Público um relatório financeiro completo sobre os recursos da secretaria incluindo espelhos das folas de pagamento onde o servidor Ivanei Rocha, ao apresentar as planilhas orçamentárias, afirmou que a Secretaria de Educação de Brasil Novo tem respeitado o piso salaria dos Professores – “Foi falado que Brasil Novo não paga o piso, mas eu acho que existe um equívoco aqui, o piso está sendo cumprido, o que não está havendo é a diferença entre níveis. O menor salário que um professor ganha hoje é de R$ 2.670,00 e nosso piso é de R$ 2.135,64. Então não tem porque discutir piso. Se falar que estamos inadimplentes com relação à outros seguimentos relacionados ao PCCR é aceitável, mas dizer que Brasil Novo não paga o piso é um equívoco muito grande.” – afirmou Ivanei Rocha.

O Secretário Otoniel Costa informou sobre algumas ações que já estão previstas para o semestre com o objetivo de solucionar parte dos problemas – “A Secretaria de Educação já autorizou a compra de um novo fogão para a escola Irmã Terezinha Back, no próximo semestre serão instalados centrais de ar nas salas de aula das escolas de ensino fundamental de Brasil Novo, Padre Léo Schneider, Terezinha Back, Paraíso e as creches Criança Esperança e Monteiro Lobato. Também serão disponibilizadas 500 novas carteiras escolares com o objetivo de melhorar o ambiente escolar e fortalecer a educação.” - Anunciou o Secretário que também se comprometeu em buscar parcerias para a realização de treinamentos de Primeiros socorros aos servidores da Escola Irmã Terezinha Back e posteriormente buscar formas de atender toda a rede municipal.

A Drª Vanessa Herculano, Promotora de Justiça e representante do Ministério Público em Brasil Novo disse está satisfeita com o resultado da Audiência. - “gostei muito da oportunidade que foi dada tanto ao Governo municipal quanto aos professores e as pessoas interessadas em se manifestar e foi uma oportunidade também para o MP conversar direto com a administração municipal com relação a algumas irregularidades que foram vistas  in locu nas escolas. Fiquei muito feliz com a presença do Diretor da 10ª URE para que a gente possa reportar a ele, inclusive essa dificuldade de comunicação que o MP estava tendo com a SEDUC com relação à escola e principalmente para os Engenheiros estarem hoje aqui na cidade não foi coincidência, eu acho que isso tem muito a haver com a convocação para a Audiência Pública o que já dá um norte para a gente para que a construção da Escola possa ser retomada.” – avaliou a Promotora.


Por: Valdemídio Silva

Pará registra mais 4 mil casos de dengue

O Pará registrou 4.010 casos de dengue, 163 de zika e 127 de febre chikungunya entre os dias 1º de janeiro e 24 de junho deste ano, segundo o nono Informe Epidemiológico de 2016 emitido pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) sobre as ocorrências confirmadas das três doenças que são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.
Dos municípios paraenses com maior ocorrência da dengue, Belém continua a liderar o ranking, com 483 casos confirmados, seguida por Alenquer (340), Oriximiná (288), Pacajá (206), Parauapebas (198), Tucuruí (175) e Novo Repartimento (174). Em todo o Estado, não houve registro de mortes por dengue em 2016. A Sespa orienta que as Secretarias Municipais de Saúde informem num período de 24 horas a ocorrência de casos graves e mortes suspeitas.
Para a confirmação de óbitos é necessária a investigação epidemiológica com aplicação do Protocolo de Investigação de Óbito do Ministério da Saúde, que prevê exames específicos em laboratórios credenciados do Estado – como o Laboratório Central (Lacen) e Instituto Evandro Chagas (IEC) –, que são preconizados pelo Programa Nacional de Controle da Dengue. O procedimento garante o correto encerramento de casos graves e óbitos no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).
A execução de ações contra a dengue é de competência dos municípios, que devem cumprir metas, entre as quais destacarem agentes de controle de endemias para fazer visitas domiciliares. Paralelamente, a Sespa faz o monitoramento dos 144 municípios que receberam o incentivo do Ministério da Saúde para vigilância, prevenção e controle da dengue, e orienta as prefeituras quanto ao uso correto de inseticidas (larvicidas e adulticidas) para o controle. A secretaria também faz visitas técnicas aos municípios para assessoramento das ações do programa da dengue, além de apoiar a capacitação sobre a febre chikungunya e zika.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Trabalhador rural é assassinado com tiro de espingarda na cabeça em Uruará - PA

Um homem foi assassinado a tiros numapropriedade do travessão 175 norte, na zona rural do município de Uruará (PA), 11 km do centro urbano. 
Após uma bebedeira houve uma discussão acalorada entre dois homens e em seguida a vítima, Mário Cezar Sousa Bispo, 40 anos, foi alvejado a tiros de espingarda calibre 36.
Este foi o 1º homicídio ocorrido no mês de junho de 2016 no município e como os demais homicídios (8 anteriores) teve o envolvimento de bebida alcoólica.
A equipe da polícia civil, IPC Alexandre e IPC Silvio Alex e DPC Walison Damasceno estiveram no local para fazer os primeiros levantamentos investigativos. De acordo com depoimento já coletados pela polícia, a vítima sempre quando bebia ficava agressiva.
As circunstâncias do crime estão sendo apuradas, mas o autor do homicídio identificado pelo nome Luan Pantoja da Silva, 26 anos, está foragido.