quinta-feira, 30 de novembro de 2017

MARINHA ABRE INQUÉRITO PARA INVESTIGAR NAUFRÁGIO NO RIO XINGU

A Marinha do Brasil informou neste sábado (25) que vai abrir inquérito para investigar as causas do naufrágio da balsa "Baleia do Xingu" na tarde desta sexta-feira (24) no Rio Xingu, entre os municípios de Vitória do Xingu e Senador José Porfírio. A embarcação estava com cinco pessoas a bordo. Todas foram resgatas com vida. O fato aconteceu por volta de 17h. 
A embarcação Baleia do Xingu, de pequeno porte, tinha saído de Vitória do Xingu, em direção ao município de Senador José Porfírio. Ainda não há detalhes sobre o que pode ter causado o naufrágio, mas uma outra balsa que fazia o mesmo percurso não afundou e ajudou no resgate do piloto, junto com outras pequenas embarcações.
Os tripulantes foram resgatados por uma voadeira que passava pelo local. Testemunhas acreditam que um banzeiro, que é uma sucessão de fortes pequenas ondas, pode ter causado o naufrágio. 

Fonte: ORM

BANDIDOS INTERCEPTAM CARROS-FORTES DA PROSEGUR NA BR-155, EXPLODEM UM DOS VEÍCULOS E LEVAM DINHEIRO

Assaltantes fortemente armados atacaram dois-carros fortes na BR-155 e trocaram tiros com vigilantes da Prosegur. O assalto ocorreu no início da tarde de hoje (30), próximo à fazenda Cedro, a 50 quilômetros de Marabá.
Os veículos transportavam valores com destino ao município de Parauapebas, quando foram interceptados pela quadrilha.  Um dos carros-fortes foi explodido pelos ladrões, que fugiram levando o dinheiro.
No ataque, a quadrilha bloqueou a estrada com três carros para forçar a parada dos carros de transporte da Prosegur. Testemunhas disseram que a quadrilha deixou a rodovia por uma estrada rural conhecida pelo sugestivo nome de ‘Vicinal do Iraque’. Logo depois de deixarem a rodovia federal, a quadrilha ateou fogo em um dos veículos usados na fuga, para dificultar a passagem da polícia.
Dois helicópteros da Polícia Militar estão sendo utilizados na perseguição aos assaltantes. Um grande número de policiais militares e civis participa da caçada aos bandidos. Até o fechamento da matéria, a empresa não informou o valor levado pela quadrilha.
Prosegur
Em setembro do ano passado, a Prosegur teve sua sede em Marabá atacada em um assalto cinematográfico. Bandidos explodiram o prédio e levaram grande quantia em dinheiro.
Para executar o plano ousado, os assaltantes interditaram as duas pontes sobre o Rio Itacaiúnas, para impedir a passagem da polícia. Duas carretas foram incendiadas em cima das pontes, o que deu tempo aos bandidos de levarem o dinheiro.

PARÁ: INDENIZAÇÕES POR MORTES NO TRÂNSITO AUMENTAM 35%

O número de indenizações por morte causadas em acidentes de trânsito aumentou no Pará em menos de um ano. Enquanto em 2016 houve 977 reparações pedidas ao Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) em acidentes fatais, em 2017 (até o mês de outubro) o número saltou para 1.317, um crescimento de 35%. Em contrapartida, as indenizações por invalidez permanente e assistência médica diminuiram 9% e 6%, respectivamente, de acordo com os dados da Seguradora Líder, administradora do seguro no País.
Segundo o diretor financeiro do Sindicato de Corretores de Seguros do Pará (Sincor), Lucas Neto, o DPVAT é destinado a indenizar motoristas, passageiros ou pedestres. Pago anualmente pelos proprietários, junto com o licenciamento de seus automóveis, parte dos recursos do seguro são repassados para o Ministério da Saúde e o Ministério das Cidades, que custeiam atendimento médico-hospitalar às vítimas.

DOCUMENTOS

A cobertura do seguro inclui danos de três naturezas: morte, invalidez permanente e despesas médicas e hospitalares. No primeiro caso, a reparação é destinada aos familiares da vítima, no valor de R$ 13.500. No segundo, o valor também pode chegar a R$ 13.500, de acordo com o grau da invalidez. A indenização por despesas reembolsam os gastos de até R$ 2.700 com as despesas com medicamentos, exames e tratamentos hospitalares.
O prazo para solicitar o benefício é de até 3 anos após a data de óbito, de ciência da invalidez ou após a data do acidente, no casos do reembolso por despesas médicas e hospitalares. Uma vez entregue a documentação necessária, o pagamento da indenização é realizado em até 30 dias, na própria conta corrente ou poupança dos beneficiários.
Para Lucas Neto, no entanto, o grande problema está em juntar toda essa documentação. “É uma documentação extensa e extremamente complexa, cheia de detalhes como a placa do veículo, cópia do prontuário hospitalar, do documento de remoção feita pela ambulância...”, lista o diretor. “Como a gente não tem um banco de dados, coletar todos esses arquivos pode ser algo demorado e que exige muito esforço”, continua.
Por isso, ele orienta que as vítimas e seus familiares sempre procurem o sindicato para serem auxiliados na entrada da solicitação do seguro. A sede do Sincor fica na avenida José Bonifácio, 295, entre as ruas Domingos Marreiros e Antônio Barreto, no bairro de Fátima.

Fonte: Diáriodo Pará

PREFEITO DE SENADOR JOSÉ PORFÍRIO TOCA O TERROR EM DEBATE PARA DEFENDER MINERADORA

(Foto: Reprodução/Facebook)
Durante o debate sobre as implicações das atividades da Mineradora Belo Sun, um grupo de 30 pessoas, liderado pelo prefeito Dirceu Biancardi (PSDB), da cidade de Senador José Porfírio, invadiu o auditório do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA) da Universidade Federal do Pará (Ufpa) na tarde de hoje (29). Um boletim de ocorrência foi registrado por servidores e alunos da universidade em resposta aos atos de truculência denunciados.
Segundo relatos, ele chegou a impedir que a diretora Rosa Acevedo Marin do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea) da Ufpa encerrasse o debate, tendo em vista as alterações dos presentes. Em outro momento, participantes do evento confessaram viver momentos de tensão quando Dirceu decidiu fechar o auditório com todos os participantes ainda dentro.
A reunião de hoje iria apresentar os resultados das pesquisas, iniciadas em julho deste ano, sobre os problemas causados pelas atividades de Belo Monte e da Belo Sun. Na ocasião, porém, foi denunciado que o prefeito teria invadido o local e agido com truculência, além de impedir a fala de pesquisadores, professores e estudantes que estavam reunidos.
Em entrevista, o prefeito Dirceu Biancardi afirmou que o principal motivo das revoltas é a exclusão dos defensores do projeto da mineradora nos grupos de debates ambientais sobre o tema. "A gente acha uma falta de respeito. Era pra gente ter vindo ontem, mas por falta de convite a gente ficou sabendo por terceiros e acabamos vindo hoje. A pauta era outra, mas conseguimos trazer de volta o assunto."
Por nota, a prefeitura do município informou que o Dirceu Biancardi "em nenhum momento capitaneou pessoas ou baderneiros em ações de cárcere", que foi ao evento "apenas para defender a posição e olhar do município em relação ao tema tratado"  e que "repudia quaisquer manobra nas informações que crie atmosfera de arruaça em instituição federal".
A prefeitura ainda afirma que Dirceu esteve presente no seminário "a convite dos moradores e lá o gestor municipal desenvolveu meramente o papel de defender os interesses da população porfiriense" e "levantou questionamentos importantes sobre investimentos e o futuro das comunidades entorno do projeto".
A nota ainda encerra afirmando que a prefeitura  "não apoia qualquer ato que restrinja o fiel direito de ir e vir de quaisquer pessoa, que não aceita atos de vandalismo" e que está à disposição para esclarecimentos.

Fonte: DOL

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO PARA COMBATER ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NO SUL DO ESTADO

A Polícia Civil, prendeu, nesta terça-feira, 28, três servidores públicos da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), por corrupção e associação criminosa, durante a operação "Boi Virtual", deflagrada em conjunto com o Ministério Público, nos municípios de Santa Maria das Barreiras, Redenção e Santana do Araguaia, no sudeste paraense. De acordo com o delegado Antonio Miranda, superintendente da Região do Araguaia Paraense, foram cumpridos, no total, 15 mandados judiciais. Destes, foram nove mandados de busca e apreensão, três de prisão preventiva e outros três de condução coercitiva.
O delegado informou que os servidores serão investigados por cobrarem propina para liberação de Guias de Transporte de Animal (GTAs), documentos que autorizam a liberação da madeira. Participaram da operação policiais civis da Superintendência Regional do Alto Xingu (SRAX), Superintendência Regional do Araguaia Paraense (SRAP), do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) do Sul do Pará, e do Núcleo de Inteligência Policial (NIP).
Dentre as principais práticas criminosas perpetradas pelos servidores, como forma de recebimento de vantagem indevida, estão as cobranças para atendimento fora do horário de trabalho, cobrança para emissão de ficha espelho, cobrança para abertura de ficha cadastral e cobrança além dos valores legalmente estabelecidos para emissão de GTAs.
Contudo, a principal ação criminosa que foi percebida, explica o delegado, é a respeito da venda de saldos no sistema da Adepará. "Os servidores cobravam valores para alterar o sistema e realizar transações fictícias de gado, seja para promover regularização de vacinas, seja para demonstrar falsamente a alguém patrimônio que não existe com a inserção de gado em suas fichas". As investigações mostraram que os servidores chegavam até a comercializar saldo no sistema do órgão. "Daí o nome (da operação) boi virtual. Boi que não existe", detalha o delegado Miranda.

Fonte: ASCOM-PC

MEDICILÂNDIA: MORADORES DE ÁREAS DE RISCO COBRAM AÇÕES DO GOVERNO MUNICIPAL

Com a proximidade do inverno amazônico, moradores de áreas de risco do município de Medicilândia, região sudoeste do Pará, cobram ações imediatas do governo local, pra que os moradores não passem novamente pelos transtornos causados durante o inverno passado. As fortes chuvas deixaram centenas de famílias desabrigadas e acabaram perdendo tudo que tinham, na época o município decretou situação de emergência.
Nesse mesmo período a atual gestão municipal prometeu que faria obras durante o verão para que os moradores não sofressem novamente com os alagamentos, depois de 6 meses de espera nada foi feito. Indignados moradores começaram esta semana uma mobilização e farão um abaixo assinado para que a prefeitura faça uma limpeza no Rio que corta a cidade, hoje o leito e as margens do rio estão encobertos pelo Mato, segundo o morador Francisco Inácio se permanecer desta forma durante uma forte chuva a água encontra dificuldade para escoar e com isso invade as residências.
Segundo informações da secretaria de viação e obras de Medicilândia no mês de dezembro será feita uma limpeza no Rio, para muitos moradores a limpeza não irá resolver o problema, eles querem que seja feita a drenagem que teria sido prometida pelo atual governo.

Por: Renan Bezerra.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

TAPANDO O SOL COM A PENEIRA: APÓS COBRANÇAS, SANCHES DESLOCA MÁQUINAS DE RURÓPOLIS PARA NOVO REPARTIMENTO

De acordo com uma fonte do Blog Brasil Novo Notícias, a empresa Sanches Tripoloni, responsável pelas obras na BR – 230, Rodovia Transamazônica, está deslocando máquinas que estavam trabalhando no trecho próximo à Rurópolis para Novo Repartimento.
De acordo com o que nossa fonte apurou, o motivo seria problemas semelhantes ao da Ladeira da Onça próximo à Brasil Novo e essas máquinas estariam indo trabalhar na recuperação do desvio nos trechos de asfalto que não foram concluídos no local. A empresa Sanches Tripoloni estaria enviando as máquinas para trabalhar em Repartimento após manifestação realizada no trecho. 

O Blog entrou em contato com o Sr. Paulo do DNIT para dar explicações sobre o deslocamento das máquinas, mas ainda não obtivemos respostas.

Por: Valdemídio Silva

MADEIRA APREENDIDA RETORNA PARA O ESTADO POR MEIO DE SERVIÇOS

Nos 10 primeiros meses de 2017, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) realizou operações de combate ao desmatamento, o que gerou altos números de apreensões de madeira, embargos de áreas, fechamento de serrarias, entre outras ações, informou o órgão nesta terça-feira (28). Só de áreas embargadas foram aproximadamente 48 mil hectares.
Além disso, foram apreendidos 35 mil m³ de madeira em tora, o que corresponde a aproximadamente 1.800 caminhões cheios e 4 mil m³ de madeira serrada (200 caminhões). Cinco serrarias foram desmontadas, 20 empreendimentos fechados, 38 caminhões que faziam transporte ilegal apreendidos, assim como quatro tratores, 12 balsas e sete rebocadores. Para o sucesso das ações, a Semas diz que vem empregando recursos logísticos, como aeronaves, embarcações, lanchas e outros veículos e equipamentos, sempre com apoio de outros órgãos como Secretaria da Fazenda (Sefa) e da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio do Comando de Policiamento Fluvial e Ambiental.
Nosso trabalho se inicia sempre com a criação do Programa de Operações Anuais (POA), onde definimos as ações de fiscalização que faremos, locais por onde as equipes passarão e de que forma serão realizadas as abordagens. Além disso, atendemos também as denúncias que chegam a qualquer instante, seja da sociedade civil ou de instituições como o Ministério Público”, explicou Jorge Antônio Dias, diretor de fiscalização da Semas.
Outro instrumento que ajudou bastante nas fiscalizações durante este ano, foi o início das operações do Centro Integrado de Monitoramento Ambiental do Pará (Cimam). O espaço foi criado com o propósito de desenvolver novas metodologias para produção de conhecimentos na esfera ambiental, e uma delas é o sistema automatizado de acompanhamento e controle do desmatamento, que utiliza imagens de satélite com precisão de até três metros. “Essa tecnologia serve de insumo para o trabalho de monitoramento, que pode ser realizado em tempo real, possibilitando uma ação preventiva do Estado quanto aos crimes ambientais”, complementou Jorge Antônio.
Destinação
O material apreendido não fica guardado em galpões, pelo contrário, boa parte é encaminhada a construção de pontes, reforma de escolas e outros locais, assim como serve de ferramenta para a inclusão social.
De acordo com a legislação, o material apreendido pode ter três destinações: alienação (venda por meio de leilão, onde os recursos retornam para o Estado), doação (para associações, autarquias, instituições sem fins lucrativos, prefeitura e outros órgãos do Governo) e destruição, alternativa não aplicada pelo Governo do Pará. “Nossa preocupação é dar um destino adequado a toda essa madeira, por isso nada é destruído. Este ano, por exemplo, as prefeituras de Rondon do Pará, de Breves, Jacundá, Tucuruí, Dom Eliseu, já receberam madeira apreendida por meio das doações”, destacou.
A Organização Pará 2000, responsável pela administração da Estação das Docas e do Parque Mangal das Garças, ambos em Belém, também foi beneficiada, inclusive utilizou o material para reformar diversas pontes do Mangal. A Escola Salesiana do Trabalho, Fundação Pro Paz e a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) também são outros exemplos de instituições que receberam o material.
No caso específico da Susipe, um trabalho vem proporcionando novas oportunidades a diversos homens e mulheres privados de liberdade. No Centro de Reabilitação do Coqueiro (CRC), dezenas de internos trabalham com a transformação de madeira em objetos e, consequentemente, trazendo esperança para suas vidas.
Um desses exemplos é Toni Max, de 31 anos. Preso há seis anos no CRC, hoje trabalha na marcenaria da cadeia e transforma matéria bruta em objetos úteis. “É uma felicidade trabalhar na marcenaria. Lá fora eu era pedreiro, encanador e eletricista, mas estou aprendendo coisas diferentes. Está sendo ótimo ter uma nova profissão. Quando sair daqui, quero fazer isso e sei que terei uma boa fonte de renda”, comemorou.
Alexandre Santos, há cinco anos na coordenação da marcenaria do CRC, comenta as possibilidades que os presos têm de aprender uma nova função. “Para um detento iniciar qualquer trabalho dentro do Centro de Recuperação é necessário que passe por entrevistas e avaliações psicológicas, para saber de fato se ele quer e está apto a função, só depois fazem os cursos e iniciam o trabalho de fato. Hoje, a maioria que inicia na marcenaria nem conhece a função, mas sai construindo os mais diversos tipos de objetos. Aqui produzimos mesas, cadeiras, armários, bancos, estantes e tudo que se possa imaginar de objetos em madeira”, informou Alexandre.
Todos os materiais produzidos pelos presos são expostos em várias feiras de diversos órgãos do Estado como o Ibama e a própria Susipe, onde são vendidos e uma parte dos recursos arrecadados serve para manter a marcenaria e outra parte vira recursos para o Estado. “O trabalho é muito gratificante para nós que estamos aqui, principalmente quando eles abraçam a causa. Ficamos felizes de ver alguns que saem da cadeia tendo aprendido um novo ofício, e mudando suas vidas. Esse trabalho aqui não é benéfico só para o detento, mas também para as famílias, que ficam felizes com a mudança dessas pessoas”, finalizou.


Fonte: G1 Pará

terça-feira, 28 de novembro de 2017

ALTAMIRA: PM É ACIONADA PARA AVERIGUAR AGRESSÃO E SE DEPARA COM HOMICÍDIO

Foi no conjunto Alberto Soares em Altamira, no sudoeste do Pará, que um homem foi morto com golpes de arma branca no início da noite desta terça-feira (28), segundo informações da PM o crime foi na rua Dilca Borges, familiares devem ser acionados para identificar o corpo, vizinhos comentaram à PM que trata-se de Marcelo Jatobá, como era conhecido no bairro.
Ainda segundo moradores, Marcelo já teria passagem pela policia, por conta de desafetos e brigas, essa pode ser uma das linhas de investigação da polícia civil. O IML foi acionado para remover o corpo após perícia do CPC Renato Chaves. 

Por: Felype Adms (com informações da PM). 
Fonte: Xingu230 

ALTAMIRA: LADRÃO DE BICICLETA É PRESO PELA PM

Vagner Lima Leão, foi reconhecido por câmeras de segurança instaladas próximas à Escola de Ensino Médio Polivalente em Altamira,Sudoeste do Estado do Pará, de onde subtraiu uma bicicleta no final da tarde desta terça-feira,(28). Observe nestas fotos o momento exato em que ele acompanhado de um comparsa usando camiseta verde, boné azul e short estampado, se aproximam do estacionamento de bicicletas da unidade escolar e roubam cada um uma bike e saem tranquilamente do local pedalando.
Uma das vítimas percebeu minutos depois do ocorrido que havia sido roubado e acionou a Polícia Militar que através das imagens disponibilizadas, realizou incursões pela área e conseguiu localizar Vagner e prendê-lo em flagrante delito por furto.
O jovem de apenas 19 anos já tem outras passagens pela delegacia por crimes de furto e roubo, preso mais uma vez, ele encontra-se na delegacia Civil à disposição da justiça.

Por: Suene Oliver
Fonte: Xingu230

TRANSAMAZÔNICA: DESVIO DO DNIT CONTABILIZA MAIS UM ACIDENTE

Enquanto as máquinas trabalhavam na recuperação do desvio feito pelo DNIT no Km 47 da Rodovia Transamazônica entre as cidades de Brasil Novo e Medicilândia mais um acidente foi registrado no local. Um caminhão carregado de madeira não conseguiu subir a ladeira por problemas mecânicos, voltou de ré e acabou caindo dentro da cratera deixado pela empresa responsável pela construção do asfalto no trecho.
De acordo com informações repassadas por pessoas que estavam no local, duas pessoas estavam no interior do veículo. Ficaram apenas os danos materiais e ninguém se feriu.
O caminhão foi retirado com a ajuda de uma retroescavadeira.

Por: Valdemídio Silva

CARAVANA PROPAZ CIDADANIA FARÁ EMISSÃO DE DOCUMENTOS EM BRASIL NOVO

A população de Brasil Novo será beneficiada com a emissão de documentos pelo projeto da Caravana Propaz Cidadania.
A Ação acontecerá nos dias 03 e 04 de dezembro das 08:00 às 16 horas e a previsão é que seja realizada a emissão de 300 RGs (Carteiras de Identidade) ao dia e entregue na hora. A parceria entre o Governo do Estado e o município é aberta à população e disponibilizará serviços de emissão de Carteiras de Identidades (RG), CPF, ID Jovem, Certidão Nascimento, Atendimento Jurídico, Fotos e Carteira social.
É importante que o interessado saiba que a emissão de RG será por cota de senhas e os demais serviços serão ilimitados.
Para fazer usu dos serviços os interessados deverão ficar atentos para os seguintes detalhes e exigências:

Carteira de Identidade - levar certidão de nascimento ou casamento original e 2 fotos 3x4.

Certidão nascimento 1ª e 2ª vias - levar a xerox da identidade ou da certidão de nascimento.

ID Jovem (garante meia entrada em eventos de esporte, lazer e cultura até viagens interestaduais de graça) - Basta ser cadastrado no bolsa família e ter idade de 15 a 25 anos.

CPF somente 2 ª via, retificação, troca de nome – É preciso possuir o RG original, título de eleitor e ter idade entre 15 a 26 anos.

Jurídico: serviço de reconhecimento de paternidade, pensão alimentícia, retificação de certidão, atestado de óbito, orientação jurídica.

Carteira social: carteira de troca de gêneros.
Serviço de fotografia 3x4 gratuito para emissão de rgs

Por: Valdeídio Silva com Informações da equipe Propaz

APÓS PROTESTOS, VOTAÇÃO DE CASSAÇÃO DE PREFEITO É ADIADA

Requerimento aponta possível envolvimento do gestor na morte do ex-prefeito da cidade, Jones William
Uma sessão ordinária que votaria a cassação do prefeito afastado de Tucuruí, Arthur Brito, foi adiada após protestos na Câmara Municipal, na manhã desta terça-feira (28). Com isso, a decisão de abertura ou não da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que analisará a cassação será realizada só semana que vem. 
Um grupo de vereadores constituído por Gualberto Neto (DEM), Tania Zamataro (PMDB), Jorge Anderson (PSB) e Marcelo Campos (PMDB), exige a aprovação da criação de uma comissão para apuração do caso, com prazo inicial de 90 dias para análise das denúncias. Com isso, Brito teria um prazo estipulado para apresentação da defesa. 
De acordo com a denúncia do vereador Weber Galvão, irmão do prefeito assassinado Jones William, há envolvimento do gestor na morte de William, assassinado em julho deste ano no município. Brito também foi apontado em ação civil do Ministério Público do Pará (MPPA) por improbidade administrativa. 
Em outubro deste ano, a mãe de Artur, Josenilde Silva Brito, 53 anos, foi presa pelo envolvimento no assassinato de Jones. Ontem (27), a justiça paraense negou pedido de liberdade em Habeas Corpus de Josenilda.

Fonte: Portal ORM

AUMENTAM CASOS DE MALÁRIA NO PARÁ

O número de casos de malária aumentou no estado do Pará, entre janeiro e agosto deste ano. Além do Pará, os demais estados do Norte e o Maranhão também foram mais afetados nesse período. O coordenador de Dengue e Malária do Ministério da Saúde, Cássio Peterka, explica o crescimento no total de casos confirmados.
O aumento de Malária tem se dado onde a gente não tinha mais Malária. Muitos municípios onde a gente já estava com a Malária controlada houve uma desmobilização das ações de vigilância da doença, principalmente pela não continuidade de ações. A Malária é uma doença muito explosiva e que aumenta muito mais rápido do que as equipes locais conseguem se reorganizar”.
A malária é registrada com mais frequência na zona rural, mas a transmissão também tem ocorrido em grandes cidades, principalmente, em áreas de invasões, desmatadas e carentes de saneamento e infraestrutura. O Ministério da Saúde tem investido em prevenção, diagnóstico e tratamento da doença. Só em 2016 foram liberados quase 12 milhões de reais para a intensificação das ações de combate e controle de Malária. Cássio Peterka conta como a população pode colaborar.
Então estar se protegendo com roupa de manga longa, utilizando mosquiteiros impregnados para dormir, deixando fazer as borrifações residuais intradomociliares. E além disso, a qualquer sintoma que sentir, qualquer mal estar, que eles procurem os nossos postos de notificação, façam o exame e tomem o tratamento completo, que são feitos pelo SUS ”.
Em todo o Brasil, foram registrados quase 119 mil casos este ano. O Ministério da Saúde destaca que a região Amazônica possui condições socioeconômicas e ambientais muito favoráveis à transmissão da Malária. Por isso as ações de vigilância não devem ser interrompidas. Pelo contrário, precisam ser intensificadas nesta época do ano. Para saber mais, acesse www.saude.gov.br/malaria.


Por: Erika Braz.

GASOLINA AUMENTA DE NOVO NESSA TERÇA-FEIRA, 28 DE NOVEMBRO

Petrobras vai elevar os preços da gasolina em 1,8% nas refinarias a partir de terça-feira (28); na semana passada, estatal já havia elevado preço da gasolina em 7% em apenas dois dias; aumentos vão na contramão do discurso do governo Michel Temer que insiste em afirmar que tudo vai bem com a economia
Reuters– A Petrobras vai elevar os preços da gasolina em 1,8 por cento nas refinarias a partir de terça-feira, informou a estatal nesta segunda-feira em comunicado no seu site.
Paralelamente, a petroleira irá reduzir as cotações do diesel em 0,2 por cento.
Os reajustes fazem parte da nova sistemática de formação de preços da empresa, em vigor desde julho e que prevê alterações quase que diários para os valores.

Por José Roberto Gomes

ANEEL MANTÉM BANDEIRA TARIFÁRIA VERMELHA EM DEZEMBRO

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou hoje (27) que a bandeira tarifária para o mês de dezembro será vermelha, mas no patamar 1, com custo um pouco menor, de R$ 3 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.
Desde outubro, vigorava o patamar 2 na cobrança nas contas de luz, tarifa mais cara prevista na distribuição das bandeiras e que implica a cobrança de taxa extra nas contas de luz de R$ 5 a cada 100 kWh consumidos, após reajuste anunciado em novembro. Em setembro, vigorou na cobrança das contas de luz a bandeira amarela, que aplicou uma taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh.
De acordo com a agência, houve uma ligeira melhora na situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas. A Aneel disse ainda que, embora não haja risco de desabastecimento, é preciso reforçar as medidas para evitar o desperdício de energia.
Na semana passada, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) apontou uma “pequena melhoria” nas condições de atendimento ao Sistema Interligado Nacional, em razão das chuvas registradas no mês de novembro.
De acordo com o comitê, o cenário é de acompanhamento da evolução “considerando as chuvas previstas nos próximos dias em grande parte do país.” Para o período de 15 a 30 dias, a previsão é de chuvas relativamente próximas à média histórica no Sudeste, Centro-Oeste e no centro-norte da região Sul.
Bandeiras tarifárias
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.
A bandeira vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas mais caras, por causa da falta de chuvas. Segundo a Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

Fonte: ORM

ANAPU: PREFEITO E HOSPITAL EMITEM NOTA SOBRE MORTE DE BEBÊ APÓS SUPOSTA NEGLIGÊNCIA MÉDICA

Ninguém da prefeitura assumiu a responsabilidade de afastar o médico Dr Olímpio Babosa acusado pela família de ter negligenciado num parto de risco, levando a morte de uma criança, filha de Francilene Costa de Lima, no último dia 24 de Novembro.
Nas notas disparadas nesta segunda (27), tanto o prefeito Aelton Fonseca, quando a direção clínica do Hospital Municipal de Anapu, se resumiram apenas a lamentar o fato e dizer que o caso está sendo apurado por uma comissão.
Em nota, Aelton Fonseca esclarece que foi o próprio médico que preferiu se afastar para aguardar o final das apurações. Já Armando Aragão, diretor clínico do hospital encerrou sua nota dizendo que o fato poderia ocorrer com qualquer outro profissional.
Leia as notas na íntegra
RELEMBRE O CASO

Acesse a reportagem aqui

NOTAS:

Fonte: Xingu230

BRASIL NOVO PARTICIPA DO SEMINÁRIO DE CONTRATAÇÃO E GESTÃO DE TERCEIRIZAÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA EM BRASÍLIA - DF

O Seminário de Contratação e Gestão de Terceirização na Administração Pública começou nesta segunda-feira (27) e se estende até quarta-feira (29) em Brasília/DF e o evento que reunirá alguns dos mais notáveis especialistas em compras públicas no Brasil para 24 horas de imersão nas principais mudanças da área de licitações e contratos.
O seminário é organizado pelo Grupo Negócios Públicos e priorizará as questões práticas que serão exigidas após a nova Instrução Normativa n° 05/17 e as recentes Lei da Terceirização (Lei nº 13.429/17) e Reforma Trabalhista alteram diretamente a rotina de atuação dos servidores nos órgãos públicos.
Giovane Lunelli, Secretário de Finanças e Jozimar Silva - Coordenador de suprimentos e serviços, participam do evento. O objetivo é aprofundar conhecimentos nos pontos que sofreram maior repercussão e que são fundamentais para a contratação de serviços terceirizados, especialmente os que envolvem cessão de mão de obra.

Por que participar?

Após participar da capacitação realizada entre os dias 27 e 29 de novembro, em Brasília/DF, os servidores estarão preparados para desempenhar seus papéis com segurança, minimizando os riscos de erros e prejuízos que gerem responsabilização. Os participantes serão capazes de entender, de forma aprofundada e prática, as novas regras e temas, entre eles:
- Instrumento de Medição de Resultados
- Planilha de Custos
- Estudos Preliminares
- Etapa de Planejamento da Contratação
- Etapa de Seleção de Fornecedor
- Etapa de Gestão do Contrato
- Pagamento pelo Fato Gerador
- Gestão de Riscos ao Processo de Contratação
- Repercussão da Reforma Trabalhista nas contratações de serviços

Os professores convidados são os especialistas Márcio Motta, Flaviana Paim e Thiago Zagatto. O seminário é voltado a todos os agentes que atuam na contratação de serviços terceirizados por órgãos e entidades públicas. Não deixe de participar e se qualificar para enfrentar os próximos desafios da Administração Pública!


Por: Valdemídio Silva com Informações do Portal Solicita

REINTEGRAÇÃO DE POSSE EM FAZENDAS DEIXA 250 FAMÍLIAS DESABRIGADAS

Foto: Via WhatsApp
Na manhã desta segunda-feira (27), a Polícia Militar começou a cumprir a liminar expedida pelo juiz da 3ª Região Agrária de Marabá, Amarildo José Mazutti, que determinou a reintegração de posse das fazendas Cedro e Fortaleza, localizadas às margens da BR-155, em Eldorado dos Carajás, sudeste do Pará.
A ação está sendo realizada de forma pacífica e segue até o final da tarde da próxima quarta-feira (29).
Segundo o MST, grande parte das famílias já se organizam pra sair da área denominada fazenda Cedro. No entanto, a área que supostamente é a fazenda Fortaleza, ainda depende do resultado do georeferenciamento do Instituto Nacional Colonização e Reforma Agrária (Incra), que iniciará hoje. Além dos técnicos do Incra, o trabalho será acompanhado por um perito do Instituto de perícias Renato Chaves e dois professores da Unifesspa. 
Foto: Via WhatsApp
A fazenda Cedro, que mede oito mil hectares, foi ocupada em novembro de 2008. Já a Fortaleza, em fevereiro de 2009. Os terrenos fazem parte do grupo Agropecuário Santa Bárbara. Denominada como acampamento Helenira Rezende, o terreno da fazenda Cedro está ocupado por cerca de 140 famílias. A Fortaleza segue ocupada por 110 famílias.
Além do acampamento Helenira Rezende, outros dois territórios com famílias do MST no Sul e no Sudeste do Pará estão sob ameaça de despejo até o fim de 2017.
Foto: Via WhatsApp
O acampamento Helenira Rezende é marcado pela produção agrícola e ecológica. As famílias produzem cerca de 1,5 mil litros de leite por dia, além de possuir uma plantação de 10 mil pés de bananas e mais de 40 hectares de mandioca. As produções garantem a alimentação das famílias e também são comercializadas.
Em nota, a empresa AgroSB informou que as fazendas invadidas pelo MST (Cedro, Maria Bonita e Fortaleza) eram produtivas e geravam centenas de empregos na região.
A partir de 2008, três anos após a criação da AgroSB, a empresa passou a sofrer ataques criminosos: matança de gado, ameaça e sequestro de funcionários, casas e máquinas agrícolas incendiadas, escolas depredadas, cercas e currais destruídos, pastos destruídos. Por conta desses ataques, a AgroSB perdeu a posse dessas fazendas e entrou com medidas judiciais para reaver os seus direitos e retomar as propriedades. Conseguiu a primeira liminar de reintegração de posse em 2008.
A empresa diz ainda, que se viu privada, então, de produzir em áreas que adquiriu em conformidade com a legislação. Na tentativa de equacionar o conflito agrário na região, a empresa aceitou dialogar com o Incra para aquisição dessas fazendas – mas o processo estende-se há mais de três anos sem sucesso. A AgroSB sempre buscou na Justiça os seus direitos e a retomada das fazendas ocupadas ilegalmente. 

Fonte: DOL (Com informações da PM e do MST)

EM SOUZEL: AGENTES AMBIENTAIS RECEBEM PALESTRA DE ORIENTAÇÃO À SAÚDE

Uma parceria entre o Batalhão de Polícia Ambiental e IDEFLOR-BIO realizou na manhã desta segunda (27), uma palestra sobre Hipertensão, alcoolismo e DSTs. O alvo das palestras ministrada por enfermeiros e educadores físicos da Secretaria Municipal de Saúde de Senador José Porfírio, foram os agentes de fiscalização ambiental da SEMAT/PMSJP no REVIS Tabuleiro do Embaubal.
A ação da secretaria de saúde, que visa atender o funcionalismo público que tem agenda de trabalho intensa em áreas remotas do município, foi aprovada pelos servidores que gostaram do que ouviram.
Todos precisamos nos cuidar, o que for possível para garantir a saúde dos nossos funcionários municipais, faremos” Explicou Zelma Campos, secretária municipal de Meio Ambiente.

Com Informações da Ascom/PMSJP

TUCURUI: JUSTIÇA MANDA JOSY BRITO NOVAMENTE PRA CADEIA E NEGA PEDIDO DE ARTUR BRITO PARA VOLTAR À PREFEITURA.

Mais um capítulo da dramática situação política do município de Tucuruí revela que as coisas continuarão difíceis para a família Brito.
Na manhã desta segunda, após decisão aprovada por 4 votos a um, os desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado do Pará decidiram derrubar a liminar concedida na última sexta-feira (24), pelo desembargador Ronaldo Marques Valle, que atendeu os pedidos feitos pelos advogados de Josenilde Silva Brito (Josy Brito) e concedeu o Habeas Corpus liberatório e a liminar determinando a libertação da acusada de ser mandante do assassinato do prefeito Jones William.
Josy Brito é mãe de Artur Brito, afastado do cargo de prefeito pela justiça do município, no último dia 13 de Novembro, por fortes suspeitas de corrupção em contratos de obras e prestação de serviços para a prefeitura. A defesa de Artur Brito alega que a justiça e o Ministério Público estejam sendo usados pelo empresário Alexandre Siqueira, autor das denúncias que levaram o prefeito a ser afastado.
A versão dos advogados de defesa do prefeito afastado é amplamente reproduzida pelo assessor de comunicação da prefeitura, Wellington Hugles e hoje foi repetida pelo radialista Nonato Pereira, na rádio Mix FM, ligada ao sistema Marajoara de Comunicação.
Cabe lembrar que o radialista que usou seu programa para defender a versão apresentada pela família Brito foi preso e condenado a 13 meses e 20 dias de detenção, mais pagamento de uma multa, por ter participação em um esquema de fraudes em licitações de várias prefeituras do Pará.
Só na prefeitura de Parauapebas, o esquema desviou mais de R$ 22 milhões dos cofres públicos. Além nisso, Nonato Pereira possui outras condenações pelo crime de calúnia, injúria e difamação e foi preso com dólares e maconha em sua casa.
Filho é mantido afastado da prefeitura e mãe retorna à cadeia
Depois de passar 03 (três) dias fora da cela onde estava presa desde o dia 31 de Outubro, Josy Brito teve o relaxamento de sua prisão derrubado neste segunda-feira (27). A prisão preventiva temporária decretada pelo Juiz José Leonardo Frota de Vasconcellos Dias, da Vara Criminal da Comarca de Tucuruí foi novamente reestabelecida e Josy Brito já dorme em sua cela novamente.
Como foi dito no início da matéria, em decisão de 4x1, a justiça manteve seu filho, o prefeito Artur Brito (PV) afastado do cargo.
Advogados consultados pelo blog AS FALAS DA PÓLIS avaliam que as chances de Artur Brito retomar o poder municipal são muito improváveis e uma nova eleição deverá acontecer ainda no primeiro semestre de 2018.

Por: Diógenes Brandão

APÓS MANIFESTAÇÃO DNIT COMEÇA RECUPERAÇÃO DO DESVIO DA LADEIRA DA ONÇA EM BRASIL NOVO

As péssimas condições de trafegabilidade de alguns trechos da Rodovia Transamazônica, BR-230, foi o que motivou a interdição da via nesta segunda-feira (27) no Km 47, próximo a cidade de Brasil Novo no sentido à Medicilândia.
O trecho foi interditado por motoristas de transportes alternativos, que atuam no trecho, caminhoneiros e populares que pediam a imediata recuperação do desvio e denunciavam as o abandono da obra por parte do Governo Federal.
A PRF esteve no local para negociar com os manifestantes, que chegaram a cogitar a liberação ao meio dia e retornar na próxima semana, mas depois decidiram pela continuação do manifesto atá que as máquinas começassem os serviços. Um engenheiro do DNIT também compareceu e após negociações decidiu pelo início do trabalho para recuperar a estrada no local e por volta das 16:00 horas as máquinas na empresa Sanches Tripoloni já começaram os trabalhos e a via foi liberada.

Por: Valdemídio Silva 

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

SUPOSTOS PISTOLEIROS ATEARAM FOGO EM CASA DE AGRICULTOR NA PA 167 NA REGIÃO DE PORTO DE MOZ

Agricultores do assentamento Nova União, localizado na PA 167, acusam supostos pistoleiros por atear fogo numa casa que pertencia ao trabalhador Pedro do Gesso.
Os assentados lamentam o rumo que a violência tem tomado por disputa de terras na região de Porto de Moz.
Enquanto isso, as autoridades se calam por um dos empresários ser tio do prefeito Berg Campos, que gerencia atualmente a prefeitura do município. Portanto, tem gerado a sensação de impunidade e a volta do coronelismo, onde quem manda são senhores do dinheiro.

"É um absurdo o que está acontecendo na PA 167. Atearam fogo no sítio do Sr. Pedro do Gesso. Será que nossas autoridades estão fechando os olhos para esses conflitos? Será que vai ser preciso alguém morrer pra que providência sejam tomadas? Tememos por nossas vidas!!!" Disse o membro da Amab

BANDIDOS FORAM PRESOS NO MOMENTO QUE TENTAVAM ASSALTAR LOJA DE CELULAR NO CENTRO DE PORTO DE MOZ

Dois jovens tentaram assaltar uma loja de venda de celulares no centro de Porto de Moz, na manhã desta segunda-feira, 27. A Polícia Militar informou que os suspeitos estavam usando uma pistola 9 MM com 16 munições intactas e tentaram manter pessoas reféns dentro da loja.
Durante a operação a PM recuperou uma moto Broz de cor branca que estaria dando suporte aos assaltantes que são da cidade de Altamira/Pá. A ação rápida dos policiais conseguiu capturar os dois acusados que foram encaminhados pra delegacia da cidade.

RODOVIA TRANSAMAZÔNICA, BR-230 SEGUE INTERDITADA EM BRASIL NOVO

Motoristas de transportes alternativos, que atuam no trecho, caminhoneiros e populares bloqueiam a rodovia Transamazônica na Ladeira da Onça no km 47 entre as Cidades de Brasil Novo e Medicilândia no sudoeste do Pará.
O protesto começou por volta das 6h da manhã desta segunda-feira (27) e filas de carros já se formam principalmente do lado de que vem de Medicilândia e está chegando em Brasil Novo. 
A manifestação é por conta das más condições dos desvios feitos pelo DNIT durante serviços de melhorias da estrada, porém as obras estão paradas. Vários acidentes, inclusive com vítimas fatais foram registrados no local. A promessa do órgão era de que em agosto os trabalhos fossem retomados, mas até agora nada de evolução nos serviços.
O DNIT ainda não se pronunciou sobre o caso. A PRF acompanha a interdição e tenta negociação com os manifestantes que dizem não ter tempo determinado para o fim do protesto.

Por: Felype Adms

Fonte:Xingu230

HOMEM É MORTO A TIRO NA ZONA RURAL DE URUARÁ

Um homicídio foi registrado na zona rural do município de Uruará neste domingo, 26. Um homem que trabalhava roçando pasto foi morto a tiro no km 200 norte. Segundo informou a Polícia Civil (PC), o crime ocorreu próximo a comunidade Santa fé, a 40km de vicinal. A vítima identificada apenas pelo apelido de Carlinho, apresentava ferimentos por arma de fogo, tipo espingarda. Segundo populares contaram à polícia, Carlinho não tinha familiares na região,  trabalhava como roçador  de juquira na zona rural do município, costuma beber e se envolver em confusões. Nas confusões tinha costume em ameaçar a pessoas.
A equipe de plantão da PC (IPC Tadeu e IPC Alexandre) esteve no local para levantar as primeiras informações e providenciar a remoção do corpo.
Nenhum documento do homem assassinado foi encontrado no local ou junto aos pertences do mesmo.
Não houveram, até o momento, testemunhas oculares. O corpo foi removido para o necrotério do hospital municipal de Uruará e será encaminha para o IML em Altamira”, informou o delegado Walison Damasceno.

 Um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias do crime.

TJE CONCEDE LIBERDADE À MÃE DO PREFEITO DE TUCURUÍ

Foi concedido neste domingo (26) um habeas corpus liberatório em um pedido de liminar impetrado pelo advogado Roberto Lauria em favor de Josenilde Silva Brito, mãe do prefeito de Tucuruí, Artur Brito. Ela estava presa há 25 dias, suspeita de participação no assassinato do prefeito Jones William, morto no dia 25 de julho de 2017, quando vistoriava obras em um residencial. 
Em seu despacho, o desembargador levou em consideração a alegação do advogado Roberto Lauria de que Josenilde foi presa, temporariamente, pelo prazo de trinta dias, estando, atualmente, há mais de vinte e um dias, recolhida ao cárcere, no Centro de Recuperação Feminino.
Falta nos autos a indicação, por parte do magistrado, de qualquer motivo para justificar o encarceramento da paciente, pois, não indica, concretamente, elementos probatórios produzidos após a deflagração da operação, pelos quais se teria identificado como coautora do crime”. Diz na petição o advogado, ressaltando que Josenilde Brito já prestou depoimento na polícia, assim como trinta e oito pessoas prestaram depoimentos perante a autoridade policial, e nenhuma delas fez relatos que a paciente ameaçou, corrompeu, constrangeu, de qualquer forma, alguma dessas testemunhas.

Fonte: ORM