terça-feira, 30 de junho de 2015

Polícia prende suspeitos de atuar como pistoleiros em Anapu, PA

Uma operação das Polícias Civil e Militar resultou na prisão de suspeitos de atuar como pistoleiros no município de Anapu, no sudoeste do Pará. De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira passada (25) pela Polícia Civil, três homens e uma mulher foram presos e estão recolhidos à disposição da justiça.
Segundo a Polícia, o objetivo da operação era investigar denúncias de que proprietários de fazendas da região estariam empregando pistoleiros para intimidar e expulsar colonos da área.
As prisões ocorreram durante as investigações na fazenda Pio I, localizada na Gleba 83, na zona rural do município. A Polícia informou que apreendeu no local uma espingarda calibre 38, uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e mais de 70 cartuchos de munições.
G1 Pará

Gerente do Detran, no PA, é preso suspeito de fraudar CNH

O gerente do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) de Curionópolis, no sudeste do Pará, foi preso nesta segunda-feira (29). De acordo com a polícia, Reginaldo da Silva Santos teve a prisão preventiva decretada por suspeita de fraudar carteiras de habilitação.
Com ele, também foi preso Francisco Ítalo Duarte Barros, que não é funcionário do Detran, mas foi detido dentro da agência com várias Carteiras de Habilitação ilegais. Ele seria o chefe da quadrilha.
Ainda segundo a polícia, os dois devem responder pelos crimes de corrupção passiva, associação criminosa, falsidade ideológica e usurpação de função pública. Eles estão recolhidos na Superintendência da Polícia Civil de Parauapebas.
G1 Pará

Transposição de embarcações beneficia 7,5 mil pessoas no Xingu


Sistema gratuito da Norte Energia que mantém o fluxo de navegação tem aprovação de 94% dos usuários


A partir do dia 6 de julho, todas as embarcações que precisarem passar pela região do Sítio Pimental pelo rio Xingu deverão usar o Sistema de Transposição de Embarcações (STE), comprovadamente seguro e de graça para todos. Até maio, 7.500 pessoas já usaram, com segurança, o Sistema de Transposição de Embarcações (STE), instalado em 2013 no rio Xingu, próximo ao Sitio Pimental. O sistema mantém a navegação contínua no rio, na área da Usina Hidrelétrica Belo Monte. Entre janeiro de 2013 e maio passado, 2.050 embarcações passaram pelo local. Só em 2014, a plataforma transpôs 334 embarcações, auxiliando o transporte de 1.116 pessoas. O uso do STE se faz necessário por causa da conclusão do barramento do rio, na margem direita, para o futuro enchimento do reservatório principal da Hidrelétrica Belo Monte. As informações são da Norte Energia.

O serviço é bem avaliado pelos usuários: 94% dos consultados em pesquisa em maio deste ano consideram satisfatório o tempo levado para usar o sistema, e 4,6% declararam não se importar com esse aspecto quando precisaram usar o mecanismo.

Construído e operado pela Norte Energia, empresa concessionária da hidrelétrica Belo Monte, o STE é uma das ações previstas no Projeto Básico Ambiental do empreendimento. O sistema garante a navegabilidade das embarcações entre a Volta Grande do Xingu e o trecho à montante (posterior) da barragem principal do empreendimento, situada próximo à Casa de Força Complementar da Usina, no Sítio Pimental.

Belo Monte faz Vitória do Xingu ser destaque na geração de empregos


Os municípios paraenses de Vitória do Xingu, Ourilândia do Norte e Canaã dos Carajás apresentaram o maior saldo na geração de empregos no estado em maio deste ano. É o que aponta o Informe Técnico do Mercado de Trabalho da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa), divulgado esta semana. No período em questão, Vitória do Xingu registrou 423 novos postos de trabalho com carteira assinada, Ourilândia do Norte encerrou o período com 283 vínculos e Canaã dos Carajás com 245.

Na análise por setor produtivo, o da construção civil foi o que mais criou novos vínculos trabalhistas nesses municípios. Em Vitória do Xingu, por exemplo, a geração de novos postos foi impulsionada pelas obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, que vem atraindo uma série de outros empreendimentos. O município de Ourilândia do Norte também garantiu novos vínculos empregatícios no setor da construção civil devido a obras de infraestrutura, como pavimentação de ruas e estruturação da rede urbana de drenagem, assim como Canaã do Carajás, município que também conta com obras estruturantes, a exemplo da mina S11D.

No quadro geral para o estado do Pará, o setor extrativo mineral foi o que alcançou o melhor saldo na geração de empregos em maio. De acordo com o estudo, o setor registrou 173 novos postos de trabalho no mês em questão. Esse resultado se deve, principalmente, ao aumento da demanda internacional pelo minério de ferro, principal produto extrativo mineral, que vem elevando a atividade produtiva no setor e favorecendo o aumento de novas contratações de emprego.

Entretanto, o cenário do mercado de trabalho no Brasil caminhou na direção contrária, uma vez que das 27 unidades federativas, 24, incluindo o Pará, tiveram saldos desfavoráveis. O país apresentou redução de 115.599 vínculos com carteira assinada em maio. O principal fator para essa retração foi a desaceleração da atividade produtiva nacional. Além disso, o aumento de impostos e ajustes de preços administrados em energia e combustível, promovidos pelo governo federal nos primeiros meses deste ano, favoreceram o crescimento da inflação, impactando no consumo e, consequentemente, na geração de empregos.

Serviço: O Informe Técnico do Mercado de Trabalho completo pode ser acessado no site da Fapespa, pelo link http://www.fapespa.pa.gov.br/sites/default/files/informe_tecnico_mercado_de_trabalho_maio_2015.pdf.



Vitória do Xingu tem a 5ª melhor gestão de excelência do Brasil


O município de Vitória do Xingu, sudoeste do Pará, registrou a melhor colocação do Estado e a 5ª no ranking nacional em “gestão de excelência ou conceito A, entre 0,8 e 1 ponto, segundo o Índice Firjan de Gestão Fiscal 2015 (ano de referência 2013), divulgado semana passada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Finjan). É ainda o melhor desempenho entre todas as cidades das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, atrás apenas dos índices de Conceição do Mato Dentro (0,9572), em Minas Gerais; de Alvorada de Minas (0,9169), também em Minas; de Gramado (0,8876), no Rio Grande do Sul; e Balneário Camboriú (0,8805), em Santa Catarina.

Por outro lado, a maioria dos municípios paraenses estão longe de ter boa administração de suas finanças e padecem com problemas como baixo nível de investimentos,
pequena arrecadação própria, dívidas roladas de um ano para o outro e elevados gastos com funcionários. Esses entraves fazem
com que apenas uma cidade no Estado tenha uma gestão fiscal de “excelência”. Outras quatro prefeituras (2,7%) ainda figuram no grupo de gestões avaliadas como “boas”, mas o quadro predominante no Estado são de administrações em situação fiscal “difícil” ou “crítica”. É o caso de 96,5% dos municípios do Estado.

Fim de semana com 6 acidentes de trânsito em Altamira


Pelo menos seis acidentes de trânsito foram registrados no final de semana em Altamira, sudoeste do Pará. Os acidentes vão desde pequenas colisões entre carros e motos, motos com motos, e até mesmo capotamentos, como aconteceu no bairro Buriti, periferia da cidade, em que uma pessoa ficou presa nas ferragens, de um veiculo após um capotamento.

Na estrada que dá acesso ao aeroporto da cidade, uma mulher grávida de cinco meses, ficou ferida quando a moto em que ela estava com mais três pessoas foi atingida por um carro que fez uma ultrapassagem perigosa. Ela foi socorrida pelos agentes do SAMU, que conduziram a gravida para o hospital. Os condutores da moto e do carro fugiram do local.

Fonte: O Xingu

Invasão de terras pode gerar conflito agrário na zona rural de Uruará



Um conflito agrário está prestes a acontecer na zona rural do Município de Uruará. O caso foi denunciado à reportagem nesta segunda-feira, 29, pelo agricultor Sebastião Ângelo Cavalcante.
Sebastião e outros 7 agricultores são donos de 8 propriedades rurais que estão sendo invadidas no travessão do km 170 norte da Transamazônica. Os oito agricultores deverão entrar na Justiça para solicitar, a reintegração de posse e acompanhamento da Policia Militar. Segundo informou o agricultor, esta já é a terceira vez que as propriedades são invadidas.
“São oito propriedades que estão sendo invadidas. Os agricultores são moradores naquela comunidade há trinta anos, e, agora pela terceira vez, nos deparamos com estes elementos invadindo as nossas propriedades. Já procuramos a Polícia, mas devido esta questão de assaltos que houve aos Bancos aqui da nossa cidade, o delegado nos pediu mais um tempo, para que abríssemos um Boletim de Ocorrência (BO) e, procurar nossos direitos”, contou Sebastião.
A preocupação do agricultor é de que ocorra um confronto armado entre os proprietários e os invasores, onde, segundo Sebastião, os invasores estão portando armas de fogo. “Temos documentação das terras recebida do INCRA, e, não queremos entrar em conflito com ninguém. Estamos assombrados e temerosos. E pode ter morte por lá, pois os invasores estão armados”, disse.
O agricultor está desapontado por chegar a uma situação como esta. “São trinta anos trabalhando, carregando Jamaxim nas costas, derramando suar para sustentar os filhos e ter que passar por uma situação como esta. Ver sua propriedade invadida. Não dá pra aceitar”, concluiu.
As autoridades devem tomar providências a fim de evitar que mais um conflito armado aconteça em disputa por terra no estado do Pará.

Comerciante é executado em Altamira


No fim de semana, mais um assassinato entra para as estatísticas de violência na cidade de Altamira, sudoeste paraense.

O comerciantes Fausto Mesquita dos Santos, 30 anos, foi assassinado com três tiros, dentro do seu estabelecimento comercial, na periferia da cidade.

Dois homens em uma moto teriam chegado no local e disparado contra a vitima. A polícia está investigando se a morte foi por latrocínio, roubo seguido de morte ou acerto de contas.

 Fonte: O Xingu

Em Uruará Polícia oferece 10 mil reais de recompensa por informações sobre bando de assaltantes

Joabe Reis, delegado Nelson e IPC Sílvio
Neste domingo, 28, a Polícia Civil que investiga o assalto simultâneo as agências bancárias, banco da Amazônia e banco do Brasil, em assalto ocorrido no dia 10 de junho de 2015 na cidade de Uruará, está oferecendo uma recompensa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por informações contundentes e em tempo real que leve a polícia a captura dos seis elementos que cometeram o assalto e que estão sendo procurados na mata na zona rural do município de Uruará (entre os km 209 e 2014 da Transamazônica, trecho entre Uruará/Placas).
O delegado que preside as investigações, Nelson Pimentel, da DRCO Divisão de Repressão ao Crime Organizado de Belém, polícia especializada em assaltos a banco, disse que a polícia quer prender o bando enquanto eles ainda estão na mata e segundo ele a colaboração da população é imprescindível. “A gente está oferecendo uma recompensa de 10 mil reais para quem nos trouxer uma informação precisa que nos leve a encontrar esses indivíduos. Tivemos uma informação de que ontem à noite (sábado, 27) eles abordaram um cidadão que trafegava no sentido Uruará-Placas aproximadamente na altura do km 214 (da Transamazônica) e solicitaram que ele conseguisse comida, eles estavam desesperados por comida. Eles já estão a 18 dias no mato e é bem provável que já tenha acabado todo o estoque de comida deles. Esse cidadão informou o fato a uma barreira policial montada no km 224 (da Transamazônica), segundo ele eram seis indivíduos que estavam armados e desesperados por comida. Então é por isso que a gente está oferecendo essa recompensa de 10 mil reais por informação em tempo real que nos leve a prisão desses elementos que assustaram a população uruaraense. A nossa preocupação é prendê-los no município, porque eles ainda estão na mata e a gente não quer deixar essa oportunidade passar, por isso a gente apela pela colaboração da comunidade” asseverou o delegado.
A Polícia disponibiliza os seguintes telefones para que a população possa passar informações sobre o paradeiro dos assaltantes: Delegado Nelson Pimentel 992350239, Investigador de Polícia Civil Sílvio Alex 991583982.

Jovem de 16 anos é encontrado degolado no Rio Curuauna em Placas

A vítima se chamava, Douglas Rodrigues dos Santos de 16 anos, filho de Osvaldo Rodrigues dos Santos e Maria Inês dos Santos.


Segundo as primeiras informações sobre o caso o jovem foi encontrado por pescadores no Rio Curuauna, aproximadamente um quilometro da Rodovia Transamazônica. O corpo estava enganchado em galhos de árvores que caíram sobre o rio.

O que se pôde presenciar é que o jovem foi executado de forma bárbara com um golpe de facão no pescoço, e que o mesmo apresenta indícios de espancamento, a morte foi possivelmente no sábado dia 27 de Junho, pois o corpo já apresenta inicio decomposição.

Conversei com o pai e a mãe da vítima na delegacia, ambos estão muito abalados e em estado de choque com o fato ocorrido, o pai disse que espera que o crime seja desvendado e os criminosos punidos, pois um crime com tamanha crueldade não pode ficar em pune.

O jovem foi visto pela ultima vez com amigos no balneário do rio curuauna no sábado dia 27 pela parte da tarde, dia que provavelmente fora assassinado.

POLICIA IDENTIFICA O RESTANTE DA QUADRILHA DE ASSALTANTES QUE ATERRORIZARAM URUARÁ


Diante de 20 dias de buscas dos assaltantes de bancos na mata na região do município de Uruará, a policia vem fechando o cerco, onde na manhã dessa Terça-feira, mais um micro ônibus chegou a cidade de Uruará com mais de 20 policiais militares para ajudar na captura dos criminoso.

A policia acredita que a qualquer momento os criminosos serão presos, ou os mesmo podem se entregar, onde diante do cerco policial, os criminosos estão se enfraquecendo, e já estão sem alimentação e desesperados na mata. A Policia Civil de Uruará também já identificou os assaltantes que assaltaram as agencias bancarias no ultimo dia 10.

Charles Diones Oliveira Matos, José Hamilton Da silva, Reginaldo Dos Santos Bastos, Adilson Siderval De Souza, Lucinaldo Silva Gomes e Arlindo conhecido como (Mancha). Todos são de Porto Velho Rondônia.

Policiais Militares do GTO, COE, e Policia Civil continuam a fazer o cerco aos assaltantes na região do KM 214 Sul. Em media 40 Policiais permanente utilizando 7 Viaturas e com o apoio aéreo de 02 Helicópteros, comandado pelo Major Silvio Feitosa.

A Policia esta preparada para o confronto com os criminosos, diante do criminoso Cerazinho que é considerado muito perigoso.

Fonte: Uruará em Foco

sexta-feira, 26 de junho de 2015

MUDANÇA NA CÂMARA DE VEREADORES DE BRASIL NOVO E NA GESTÃO MUNICIPAL

Vereador Osnildo Moreira Batista (PMDB)
O Vereador Osnildo Moreira Batista (PMDB), conhecido popularmente como Nildo, tomou posse durante a sessão desta sexta-feira (26) como o novo parlamentar do Município de Brasil Novo. Nildo assume, após ser eleito por três vezes como suplente do parlamento municipal, a vaga deixada pelo Vereador Ariston Alves Filho, Neto Portugal do PT. O novo Parlamentar se comprometeu em trabalhar em benefício da comunidade brasilnovense – “o meu compromisso como vereador é de trabalhar para o povo do meu município e com a responsabilidade de está sempre de mãos dadas com o governo municipal para que juntos consigamos fazer o melhor por esse povo” – afirmou o Vereador Nildo.

Neto Portugal
Secretário de Orçamento, Planejamento e Gestão
Neto Portugal se licenciou do cargo de Parlamentar para assumir a Secretaria Municipal de Orçamento, Planejamento e Gestão para a qual foi nomeado no último dia 23 através do decreto Nº 381 de 22 de junho de 2015 e tem como desafio a intensificação de relacionamentos institucionais entre o Governo Municipal e os Governos das esferas Estadual e Federal através de articulações institucionais.

O vereador licenciado, e agora Secretário de Orçamento, Planejamento e Gestão, informou que deverá fazer um diagnóstico geral das prioridades a serem projetadas para a partir de então propor medidas que possam resolver os problemas do município – “vamos priorizar, potencializar e organizar a elaboração de projetos e buscar a intensificação de articulação com o governo do estado e o governo federal” – disse o Secretário.

Por: Valdemídio Silva
Fotos: Solimar Machado e Assessoria de Neto Portugal

Em Altamira, PA, policial é preso suspeito de envolvimento em morte

Em Altamira, no sudoeste do Pará, um policial militar foi preso suspeito de envolvimento na morte de um operador de máquinas. O homem que teria contratado o PM para matar a vítima também está detido.
A corregedoria da Polícia Militar informou que o PM envolvido no caso pode ser expulso da corporação, caso seja comprovada sua participação no crime. O menor de idade que teria planejado a morte do operador de máquinas foi levado para um centro de recuperação de adolescentes infratores em Santarém.

G1 Pará

Ministério da Saúde cria Central de Regulação das Urgências do Xingu


As CRUs compreendem os municípios de Altamira , Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá e Uruará. A central é destinada ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), Regional do Xingu, e autoriza a transferência de custeio mensal ao Estado e aos Municípios. A Portaria publicada na semana passada definiu o repasse R$ 1,2 milhão de reais aos municípios da região.


Fonte: O Xingu

Polícia Civil prende envolvidos em assalto seguido de morte em Altamira


A Polícia Civil cumpriu, ontem, 25, em Altamira, sudoeste paraense, mandados judiciais de prisão preventiva contra Alberto Bruno Oliveira Varejão e Elias Cavalcante Lima, soldado da Polícia Militar do Pará. Os dois foram reconhecidos como autores do latrocínio (roubo seguido de morte) de Célio Luiz Cruz dos Santos. Além deles, um adolescente, que já está apreendido, tem envolvimento no crime. A operação que levou à captura dos envolvidos foi comandada pelo delegado Rodrigo Leão, titular da Superintendência da Região do Xingu. Segundo ele, a vítima foi morta a tiros, na quarta-feira, 24, durante o roubo da caminhonete de sua propriedade, em Altamira.

A prisão da dupla foi realizada depois da prisão do adolescente, pego logo após o crime, em Tucuruí, sudeste paraense. Com ele, estava a caminhonete roubada da vítima. Em depoimento, o rapaz admitiu envolvimento no latrocínio e declinou os nomes dos comparsas. Ele relatou detalhes da articulação do grupo. "Elias foi o executor, enquanto Alberto Bruno atuou como intermediário do crime", explica o delegado.

Foragido do Amapá é preso com carro roubado, em Altamira


Um homem conhecido por “Jabazinho”, foragido da justiça por ter atropelado e matado um pedestre no Amapá, no ano de 2009, foi preso na madrugada desta quinta-feira (25) em Altamira, sudoeste do Pará. Ele conduzia ainda um carro com registro de roubo na cidade de Macapá. O homem foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil. As informações são do G1 Pará.

Os agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram a abordagem do veículo no quilômetro 627 da BR-230. Eles constataram que o condutor estava com a Carteira Nacional de Habilitação vencida desde 2013 e só apresentou o CRLV do veículo do ano de 2009.

O suspeito afirmou aos agentes que era peixeiro e morava em Vitória do Xingu. Ele disse ainda que havia comprado o veículo de um conhecido, na cidade de Santana (AP), por R$ 6 mil.

Depois de acessar o sistema, os agentes constataram que o homem era foragido da justiça, com mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal de Santana (AP) pelo crime de homicídio simples, por ter atropelado e matado um pedestre na cidade. Ele também deve responder pelo crime de receptação.

Fonte: O Xingu

Líder indígena do Pará deve ocupar diretoria da Funai

Iza Tapuia - Blog do Jeso

Deu no jornal Tapajós Agora, edição 55, nas bancas:
Iza Tapuia (foto), antropóloga e líder indígena, deve assumir uma das diretorias da Funai (Fundação Nacional do Índio) a convite do novo presidente do órgão, o ex-senador amazonense João Pedro, do PT.
A diretoria mais cotada para a doutoranda santarena é a de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável.

NETO PORTUGAL FALA SOBRE SEU NOVO CARGO COMO SECRETÁRIO DO PLANEJAMENTO DE BRASIL NOVO


Reportagem: Gleyson Araújo
www.tvcidadesbt.com.br


SECRETARIA DE SAÚDE DE BRASIL NOVO REALIZA A 11ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE

Reportagem: Gleyson Araújo
www.tvcidadesbt.com.br

CÂMARA DE BRASIL NOVO E JUNTA MILITAR REALIZAM ALISTAMENTOS PARA RESEVISTAS


Reportagem: Gleyson Araújo
www.tvcidadesbt.com.br



quinta-feira, 25 de junho de 2015

PACAJÁ SAI DA LISTA DE EMBARGO AMBIENTAL E ENTRA PRA LISTA DE MUNICÍPIOS DESEMBARGADO NO PARÁ

Pacajá foi incluído na lista de Embargo Ambiental do Ministério do Meio Ambiente – MMA no dia 24 de março de 2009 e após seis anos sai da lista e passa ser um município desembargado ambientalmente.

Dr. Cezar - Assessor Jurídico da SEMMA/Pacajá recebendo
documento que oficializa o desembargo Município de Pacajá

O ato de entrega do documento oficializando o Município de Pacajá como município desembargado aconteceu na manhã desta quinta-feira (25) durante a 18ª Reunião do Comitê Gestor do Programa Municípios Verde que acontece em Itaituba no oeste do estado do Pará. O desembargo se deu a partir dos esforços da Secretaria Municipal de Meio Ambiente SEMMA - de Pacajá, comandada pelo Secretário Uerbeson Abraão, por meio de projetos apoiados pelo PDRSX.
Para saírem da lista, os municípios têm que cumprir três requisitos dispostos na Portaria nº186 de 04 de junho de 2012. O primeiro deles refere-se ao Cadastramento Ambiental Rural, segundo o qual a cidade tem de ter 80% do seu território com imóveis rurais devidamente cadastrados, excetuando-se as áreas cobertas por unidades de conservação de domínio público e terras indígenas homologadas.
Em 2011, um estudo do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) apontava uma subida no desmatamento do bioma, no período de agosto daquele ano a julho do ano seguinte, onde a maior parte florestas em riscos estava no Estado do Pará, com maior probabilidade de desmatamento se concentram ao longo das Rodovias Transamazônica (BR-230) e Cuiabá-Santarém (BR-163), além da região da Terra do Meio. O boletim estimava uma taxa de desmatamento anual de 7.134 km² - um aumento de 10,5% em relação ao observado em 2009/2010, quando foram destruídos 6.451 km² de floresta.  O mapeamento foi elaborado por meio de um modelo computacional, considerando o padrão do desmatamento ocorrido no ano anterior na Amazônia e as condições de acesso às áreas.

Por: Valdemídio Silva

Foto e Informações: Zelma Campos

ITAITUBA SEDIA 18ª REUNIÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICÍPIOS VERDES

A 18ª Reunião do Comitê Gestor integra a programação da Semana Municipal do Meio Ambiente, aberta nesta segunda-feira em Itaituba.

O município de Itaituba, no oeste do Estado, sedia nos dias 24 e 25 de junho a 18ª Reunião do Comitê Gestor (COGES) do Programa Municípios Verdes (PMV). O evento, promovido pela coordenação do PMV e pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), faz parte da programação da Semana Municipal do Meio Ambiente, aberta na última segunda-feira, 22, no Hotel Apiacás, e que este ano é pautada no tema “Trilhas do Tapajós: Perspectivas socioambientais para a sustentabilidade”.

Diferente do que vinha sendo feito nas últimas reuniões, esta edição do COGES será realizada em dois dias. No primeiro (24) serão realizadas as reuniões temáticas, divididas em cinco grupos de trabalho, que debaterão temas os seguintes temas: Novo Código Florestal, Fundo Amazônia, Cadastro Ambiental Rural (CAR), Desmatamento e Capacitações. “Serão reuniões específicas, nas quais teremos mais tempo para construirmos e avançarmos no debate de ações e metas, e também de avaliação das ações do governo do Estado no âmbito de cada um desses temas. Tudo o que for debatido será apresentado na plenária principal”, comenta Camilla Miranda, coordenadora de articulação institucional do PMV.

Também no dia 24 haverá uma reunião interna dos membros do Comitê Gestor com o intuito de avaliar o andamento do Programa Municípios Verdes nos últimos anos e definir o foco e as estratégias para os anos de 2015 e 2016. À noite será exibido o documentário "Amazônia Sociedade Anônima", que mostra o papel fundamental da floresta para o futuro do clima e da economia do Brasil, abordando temas como o desmatamento ilegal, a regularização fundiária e as obras de infraestrutura executadas sem o devido estudo de impacto ambiental.

No dia 25 acontecerá a plenária principal, que contará com a presença de representantes do poder público, Ministério Público Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), além de representantes dos municípios participantes, organizações não governamentais e sociedade civil. Neste dia a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) fará a entrega de licenças ambientais para produtores da região. Durante a plenária principal será aberto um espaço para apreciação do cumprimento das metas do PMV e do Ministério Público Federal por municípios que fazem parte do Programa e também será apresentado o projeto de fortalecimento da gestão ambiental na Região do Xingu.

“A reunião do COGES é um momento esperado por todos os atores envolvidos com a questão do meio ambiente e da sustentabilidade, pois consolidou-se como palco de grandes debates e discussões que contribuem para o avanço do Estado. Por isso, desde 2014, nos propomos a realizar, de maneira intercalada, reuniões nos principais polos do interior do Estado, para que os representantes regionais tenham mais voz e participem mais ativamente de todo o processo de construção dessa agenda ambiental do Pará”, finaliza Justiniano Netto, secretário extraordinário de Estado para coordenação do Programa Municípios Verdes. A organização da 18ª Reunião do Comitê Gestor estima a participação de cerca de 150 pessoas, entre prefeitos e secretários municipais de toda a região.

Fonte: Agência Pará

POLÍCIA MILITAR PROMOVE TREINAMENTO PARA JORNALISTAS

No próximo sábado, 27, jornalistas de todo o Estado terão a oportunidade de vivenciar um pouco da tensão que diariamente, policiais militares vivem no cotidiano da Segurança Pública, quando atendem ocorrências, das mais simples às mais complexas e arriscadas e principalmente os casos de controle de distúrbios civis.
A oportunidade ao público da comunicação será durante o treinamento para jornalistas e profissionais de comunicação que consta no desenho curricular como atividade do VII curso de Ações de Choque, promovido pelo Comando de Missões Especiais da PM, por meio do Batalhão de Polícia de Choque.
Os profissionais da comunicação participarão, primeiramente, de uma palestra, juntamente com os alunos do curso, e em seguida, de uma experiência simulada de desobstrução de via, onde acontecerão: resistência, negociação, atuação tática da tropa para a resolução do problema, com lançamento de granadas e munição química, disparo de elastômetro e outros meios menos letais de atuação regular da PM em casos como estes.

COMANDO REGIONAL DA PM EM ALTAMIRA COMPLETA 8 ANOS

O Comando de Policiamento Regional da PM em Altamira completou 8 anos na quarta-feira, 10 de junho e para lembrar a data, foi realizada uma solenidade comemorativa no auditório da Associação Comercial e Industrial de Altamira – ACIAPA, onde estiveram presentes os Oficiais e Praças do CPR e das unidades que o compõem
Durante o evento, o comando do CPR 8, entregou as Medalhas; de Bons Serviços de 10 e 20 anos e a do Mérito Tiradentes, aos policiais do efetivo regional, concedidas por ocasião das comemorações ao Patrono das Polícias Militares do Brasil, o Alferes de Cavalaria Joaquim José da Silva Xavier – o Tiradentes em abril de 2015, além da Láurea do Mérito Policial Militar e Certificados de Destaque Operacional a Policiais Militares pertencentes ao efetivo do 16º Batalhão PM, sediado em Altamira. O Comando Regional da PM em Altamira – CPR 8, é exercido pelo tenente coronel Mauro Pedra e o 16º Batalhão PM tem como comandante o tenente coronel Marcos José Andrade.
Por: Tencel.Carmo

Conselho municipal denuncia situaçao da merenda em Vitoria do Xingu

Alimentação escolar transportada inadequada. Junto com combustível (óleo diesel e gasolina). O Conselho enumerou 25 irregularidades na merenda escolar do município.


Merenda podre, merenda vencida, falta de merenda, merenda que foi para lixo, cardápio que são alterados por falta de merenda, e não prestação de conta por parte da secretária municipal de educação.

A secretária de educação não fornece para o conselho da merenda escolar, que são as empresas que ganharam licitações no município e o conselho não tem acesso do valor de montante de 25% que município tem contra partir repassa para educação, o conselho tem esta informação porque a secretária de educação Diana não nos fornece para o conselho e sem dados como conselho pode fazer o seu papel? Veja também outra situação é a Lei Municipal N. 227/2013 criada pelo executivo municipal através do prefeito Dr. ERIVANDO AMARAL, a lei determina que todos os alunos em férias entre janeiro e julho de cada ano receberiam uma sexta básica em complementação da merenda escolar. Porém já tem dois anos que a prefeitura não entrega estas merendas aos alunos.

O Conselho não tem acesso à documentação das empresas que tem licitações no município com a educação? 

Não temos essas documentações ele nega o acesso a esses documentos
O conselho também denunciou sobre produtos que desaparece e não chegam as escolas?
Veja que constava no guia de entrega do material pelo fornecedor da agricultura rural, só que produto não chega às escolas o conselho constatou que o produto é era entregue no deposito mas não chega as escolas ninguém sabe o que acontece.

O prefeito faz uma propaganda enganosa na mídia sobre a merenda escolar?

Para o Conselho sim, porque tem escolas não existir esta merenda que é noticiada e essa merenda só existi no cardápio das escolas só papel e na realidade é suco com bolacha que os alunos rejeitam muito a bolacha. Um exemplo disso é uma escola "X" que no cardápio do dia era "vitamina de mamão" e isso não tinha lá era só suco e bolacha em outra escola seria "baião de dois com peixe e fruta" e lá também só era suco com bolacha. Isso é propaganda enganosa que prefeito faz na mídia e para os pais dos alunos de Vitória do Xingu e única verdade nisso é cardápio que é feito bonitinho esse chega até às escolas, mas sem essa alimentação que município diz que oferece aos seus alunos e não existi.

Camargo Corrêa negociou propina com PMDB em Belo Monte, diz delator

Dalton Avancini relatou que construtora se comprometeu a pagar R$ 20 mi. Ex-presidente da empresa citou suposta manobra do governo em leilão.

Camila Bomfim
Da TV Globo, em Brasília
Um dos delatores da Operação Lava Jato, o ex-presidente da construtora Camargo Corrêa Dalton Avancini relatou em um dos depoimentos de sua delação premiada que a empreiteira se comprometeu a pagar ao PMDB propina correspondente a R$ 20 milhões para atuar na construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. O empreendimento federal, previsto para ser concluído em janeiro de 2019, tem um investimento estimado em R$ 28,9 bilhões.

O consórcio que constrói a usina é formado por empresas investigadas na Lava Jato: Camargo Corrêa, Odebrecht, Andrade Gutierrez, OAS, Queiroz Galvão e Galvão Engenharia.
Preso em regime domiciliar desde que fechou, em março, o acordo de delação premiada com a Justiça Federal do Paraná, Avancini contou à Polícia Federal (PF) que, depois de ter sido formado o consórcio de dez empresas que ergueria Belo Monte, o então diretor de Energia da Camargo Corrêa, Luiz Carlos Martins, o informou sobre uma "contribuição" ao PMDB. O depoimento estava sob sigilo desde 14 de março.
De acordo com o delator, Martins lhe disse que “houve um compromisso de que haveria uma contribuição na ordem de 1% do valor do empreendimento para o PMDB". Avancini não detalha quem firmou o acordo de pagamento da propina, mas destaca que foi comunicado de que o suborno seria "proporcional à participação de cada empresa" na obra.
“A Camargo [Corrêa] detinha 15% da participação junto a obra, o que resultaria em uma contribuição de R$ 20 milhões, o que deveria ser pago ao longo do empreendimento”, contou o ex-presidente da construtora, que se desligou do comando da empresa por conta de seu envolvimento no esquema de corrupção.

Professores negociam com a UFPA nesta quinta-feira

Os professores das instituições federais de ensino superior realizam um ato, na manhã desta quinta-feira (25), em frente à Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), em alusão ao Dia de Luta dos Servidores Públicos Federais. A categoria, que está há quase um mês em greve, deve se reunir ainda na manhã de hoje com o Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Pará (UFPA), para discutir o calendário letivo da universidade, interrompido pela paralisação. A reunião, que ocorrerá na sede da reitoria, a partir das 9h, contará com a presença do reitor Carlos Maneschy.
Na tarde da última terça-feira, o comando nacional da greve se reuniu com representantes da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC) para discutir a pauta de reivindicações dos professores universitários de todo país. No entanto, segundo a categoria, nada foi solucionado e nenhuma medida foi proposta pelo ministério para revolver o impasse com os docentes. O resultado é a permanência da greve, iniciada no último dia 28 de maio e já com adesão de 35 instituições.

Amazônia tem 12,7 milhões de hectares para reforma agrária

O governo federal destinou 12,7 milhões de hectares de terras federais na Amazônia Legal para regularização fundiária, reforma agrária e criação de unidades de conservação ambiental e reserva indígena. O ato de formalização ocorreu na tarde de ontem, no Palácio do Desenvolvimento, em Brasília.
Do total, 12,2 milhões de hectares foram destinados para regularização fundiária e reforma agrária, 503,6 mil hectares para unidades de conservação ambiental e 2,2 mil hectares para a criação de uma reserva indígena.
“Estamos buscando uma situação de equilíbrio entre economia, meio ambiente e populações tradicionais”, afirmou o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias, durante cerimônia do quarto ato de destinação de terras públicas federais.