quinta-feira, 31 de agosto de 2017

DROGAS NO CEMITÉRIO: CONSUMO E VENDA DE ENTORPECENTES FORAM DESBARATADOS EM ALTAMIRA

Danilo Augusto Freitas da Cruz, de 22 anos, João Victor Santos Azevedo, de 18 anos foram encontrados no Cemitério Central em Altamira, com oito petecas de uma substância que aparenta ser crack e duas trouxas aparentemente de maconha, eles estavam com dois adolescentes a principal acusação é de tráfico de drogas.
Os acusados são suspeitos também de assaltar famílias que vão visitar os entes queridos no cemitério. A Guarda Municipal informou a nossa equipe que eles já haviam recebido a mesma denúncia, mas não conseguiram chegar ao local a tempo de encontrar os acusados, mas nesta quinta (31), eles foram encontrados.
O conselho tutelar foi informado do caso.
Por: Athaynara Farias
Foto: Max Weil
Fonte: Xingu230

ALTAMIRA: POLÍCIA ENCONTRA DOIS PÉS DE MACONHA NO CIDADE JARDIM (BURITI)



Patrick Miguel Sobrinho Mendonça, de 22 anos e Geilson dos Santos, de 27. Foram presos e encaminharia para a Seccional Urbana de Altamira. Segundo informações eles são acusados de tráfico de drogas.
Através de uma denúncia repassada para a polícia militar, em uma residência, localizado no bairro Buriti haviam pessoas traficando entorpecentes. Pela placa de uma motocicleta que estava estacionada na frente da casa foi encontrado nos fundos dois pés de maconha. A residência pertence a Geilson. No momento da abordagem um adolescente de dezessete anos também estava na residência.
Patrick já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas. Facas, celulares e uma balança de precisão também foram encontrados com os três na residência.

Por: Athaynara Farias
Foto: Max Weil
Fonte: Xingu230

MEDICILÂNDIA: DOIS SÃO DETIDOS ACUSADOS DE ROUBO DE MOTO



A equipe da PM foi até o Baixão do Jacaré, em Medicilândia no Sudoeste do Pará, e fez a detenção de Flávio Rodrigues de Azevedo o "nego bala" de 18 anos e Bruno Oliveira Castro o "jhony" de 24 anos, eles são acusados de terem roubado uma motocicleta modelo Broz, a guarnição foi até a casa dos acusados nesta quinta-feira (31), por volta das 11:30h e encontrado com o primeiro acusado 06 petecas de dragas, celulares sem nota e outros objetos.
Todo o material foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, os acusados serão representados pelos crimes de roubo, receptação e tráfico de drogas.
Por: Felype Adms (com informações da PM/Medicilândia).
Fonte: Xingu230

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADO DE PRISÃO NA CIDADE DE URUARÁ DE SUSPEITO DE PLANEJAR ROUBO EM RURÓPOLIS



A equipe de plantão da Polícia Civil de Uruará (IPC José Tadeu, IPC Alexandre e Delegado Walison Damasceno) cumpriu na manhã de hoje um mandado de prisão expedido pela justiça do município de Rurópolis em desfavor do nacional, Ítalo Augusto Storari do Carmo, vulgo Gaúcho, 45 anos, o mesmo é suspeito de ser o mentor de caso de roubo ocorrido no referido município. A prisão ocorreu no início da manhã desta quinta-feira, 31.
O suspeito tem residência no centro da cidade de Uruará e outra residência no km 178, a 2 km do centro urbano. O mesmo teria dito que está desempregado atualmente.
As investigações que apontaram Ítalo como mentor do assalto foram presididas pelo delegado Ariosnaldo Filho da Polícia Civil de Rurópolis com o apoio do PII, setor de inteligência da PM, sob o comando do major Márcio Abud.
“Após investigações realizadas no município de Rurópolis pelo delegado Ariosnaldo, conseguiu identificar após a prisão de alguns indivíduos que em depoimentos relataram sobre a existência de um terceiro indivíduo envolvido no caso de roubo ocorrido, que teve como vítima um empresário de Rurópolis, e este indivíduo era quem dava o suporte, ou seja, fornecia arma, e fez inicialmente o levantamento de onde poderia ter o dinheiro, e contratou esses indivíduos para realizarem o crime e depois dividirem o lucro. Após a conclusão das investigações foi representado pela prisão temporária deste indivíduo que seria o mentor do crime. E nesta quinta-feira nós recebemos o mandado e demos cumprimento.

BLOQUEIO CONTINUA E CLIMA FICA TENSO EM RURÓPOLIS



Um princípio de tumulto foi registrado hoje na BR230 e BR163, na cidade de Ruropolis no sudoeste do Pará durante a tarde desta quinta-feira (31), caminhoneiros tentaram furar um bloqueio no cruzamento das rodovias federais, moradores que estão no local desde domingo (27), partiram pra cima dos caminhoneiros e a polícia militar teve que ser acionada.
O caso foi contornado ainda no local, ninguém foi preso, segundo moradores. 

O PROTESTO
 
As manifestações ocorrem entre Rurópolis e Itaituba, o bloqueio foi iniciado no domingo (27), por uma comissão de moradores que reivindicam o afastamento das rodovias na região Oeste do Pará, além de 10km de asfalto para o trecho urbano da cidade de Rurópolis, que a décadas sofre com a poeira e lama.
Até o momento apenas a Polícia Rodoviária Federal acompanha os protestos e tenta intermediar negociações com o DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre, o órgão ainda não se pronunciou sobre o caso.

Por: Felype Adms
Fonte: Xingu230

PARENTES DE VÍTIMAS DE NAUFRÁGIO NO RIO AMAZONAS PARALISAM EMPRESA BERTOLINI



Parentes de 9 pessoas que se encontram desaparecidas no rio Amazonas, paralisam as atividades da empresa Transportes Bertolini Ltda (TBL), desde as 6h30, de hoje, 31, em Santarém, oeste do Pará. O acidente aconteceu no dia 02 de agosto, no rio Amazonas, próximo ao município de Óbidos, envolvendo um comboio de 9 barcaças da empresa Bertolini e o navio mercante Mercosul Santos.
Portando faixas, cartazes e um carro som, os familiares das vítimas do acidente afirmaram que continuarão o protesto até o fim do dia de hoje. Eles querem que a empresa Bertolini apresente com urgência um plano para a retirada do rebocador, que se encontra a uma profundidade de 63 metros, no rio Amazonas, próximo a cidade de Óbidos.
Familiares acreditam que os corpos estão dentro do rebocador. “Estamos protestando contra os prazos que a Bertolini vem informando para as famílias. Essa empresa vem dilatando demais esses prazos, dizendo que vai retirar o rebocador do fundo do rio somente em outubro ou novembro. Nosso protesto é contra esses prazos!”, exclamou Lucimara Rêgo de Sena, irmã de uma vítima do acidente.
Ela quer agilidade na elaboração do plano para a retirada do rebocador. “Estamos percebendo o descaso da empresa, porque já se passaram 29 dias e, até então a Bertolini vem só fazendo estudos e analises, e achamos um absurdo essa empresa dá esse prazo todo. Isso aumenta o sofrimento de 9 famílias, que estão esperando para ver se encontram os nossos parentes, porque ainda estão desaparecidos no rio Amazonas”, reforça Lucimara.
Por conta do protesto, funcionários da Bertolini foram impedidos de entrar no prédio da empresa para exercer suas atividades. Eles acompanham a movimentação do lado de fora do prédio. Nenhum diretor da Bertolini quis se pronunciar sobre a reivindicação dos parentes das vítimas.

INVASORES ATEIAM FOGO EM FAZENDA DA VALE


(Foto: Divulgação/Vale)

Invasores atearam fogo na vegetação do entorno da Fazenda Boa Esperança, na zona rural de Canaã dos Carajás, no sudeste paraense, na quarta-feira (30). A Vale registou um boletim de ocorrência policial na tarde ontem para que a polícia investigue os danos a um imóvel da empresa e ao meio ambiente, causados por integrantes de movimentos ligados à Fetraf, que invadiram a fazenda. 
De acordo com informações da Vale, as chamas se alastraram e destruíriam um dos três galpões da Vale, onde há materiais de áreas sondadas para mineração, ou seja, locais que guardam importantes amostras (testemunho) de pesquisas geológica e de mineração de projetos da empresa na região.
(Foto: Divulgação/Vale)
Por volta das 18 horas, o incêndio criminoso foi controlado, mas as equipes de bombeiros civis da Mina do Sossego e de segurança patrimonial da Vale continuam no local, fazendo o trabalho de rescaldo. 
Além do boletim de ocorrência, a empresa adotará as medidas judiciais cabíveis para que os responsáveis pela invasão e pelo dano causando ao meio ambiente sejam responsabilizados.
Fonte: DOL Com informações da Vale