terça-feira, 22 de abril de 2014

Corpo de homem é encontrado na beira de estrada


O corpo de um homem, não identificado, foi encontrado no fim de semana na beira da estrada que da acesso ao Centro de Recuperação Regional de Altamira, presídio, em Altamira, sudoeste do Pará. A polícia está investigando as causas da morte, que pode ter sido por atropelamento.



Fonte: O XINGU

Série sobre UHE Belo Monte é destaque no jornal da Band


Após 40 anos, a Usina de Belo Monte começa a tomar forma no interior do Pará. O maior projeto de infraestrutura das últimas três décadas no país foi alvo de discussões incertezas e polêmicas. O Jornal da Band começa, nesta segunda-feira, a mostrar um pouco mais do empreendimento em uma série de reportagens que revelará como a engenharia de ponta, aliada ao suor de mais de 20 mil trabalhadores, transforma um investimento de R$ 22,5 bilhões na quarta maior usina hidrelétrica do mundo.

E para tirar o projeto do papel, desses R$ 22,5 bilhões usados na obra, R$ 3,7 bilhões serão empregados para reduzir os impactos sobre o meio ambiente.

Nos canteiros de Belo Monte o que se ergue é simplesmente a maior obra de engenharia dos últimos 30 anos no Brasil. Dela nascerá a uma das maiores hidrelétricas do planeta.

A mega-obra começou a ser concebida no início dos anos 1970. A primeira versão, que se chamava na época Kararaô, é de 1975. Catorze anos mais tarde, durante uma audiência pública, o então presidente da Eletronorte, José Muniz Lopes, sentiu na pele o fio do facão da índia Tuíra. A imagem correu o mundo e antecipou o quanto seria tumultuada a relação entre o governo e as comunidades locais que se opunham à construção do lago.

Entre 1975, quando surgiu o primeiro projeto, e os dias de hoje, muito mudou. O Brasil virou um país democrático. Surgiram os movimentos ambientalistas e houve uma forte pressão. Em função disso, muita coisa foi alterada em relação ao projeto original. A área do lago, por exemplo, terá apenas um quatro do total previsto.

Assista o vídeo no link abaixo.

http://noticias.band.uol.com.br/economia/noticia/100000677862/serie-belo-monte-comeca-a-tomar-forma-apos-40-anos.html

Brasil Novo Sediou o Primeiro Curso de Capacitação em Licenciamento Ambiental Rural na Regioão da Transxingu

O município de Brasil Novo sediou o primeiro Curso de Capacitação em Licenciamento Ambiental Rural (LAR) realizado na região do Xingu. O evento, que aconteceu nos dias 13 e 14 de fevereiro, é uma iniciativa do PMV em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA) e a Organização Aliança pelo Clima e Uso da Terra (CLUA) – Projeto Clua/Imazon.
O curso, que contou com a participação de cerca de 70 pessoas, teve como objetivo qualificar os funcionários das prefeituras da região para o licenciamento ambiental de atividades rurais, com ênfase nas agrossilvipastoris. Estiveram presentes os municípios de Brasil Novo, Altamira, Anapú, Uruará, Medicilândia, Vitória do Xingu, São José Porfírio, Trairão e Porto de Moz; além de representantes do Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), da Unidade Regional (URE) da SEMA em Altamira, técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) e profissionais da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Greve da educação é deflagrada no município de Medicilândia

Professores do município de Medicilândia entraram em greve na manhã desta terça feira, 22, por tempo indeterminado.

A categoria reivindica devolução imediata da diferença paga a menos no contra cheque dos professores no mês de março/2014; pagamento do terço de férias não pago em janeiro; pagamento da progressão vertical a todos os trabalhadores que entraram com requerimento a mais de 8 meses e se encontra engavetado na prefeitura; pagamento da progressão horizontal a todos os trabalhadores que desde setembro de 2013 a janeiro de 2014 não foram pagos pela administração;  36% de reposição salarial ao pessoal de apoio; e garantia da hora atividade a todos os docentes.

“A greve vai começar, porque até agora o prefeito e o secretário de educação se que sentou com a comissão para tratar da pauta da categoria. A nossa região merece muito mais, não vamos deixar nossos sonhos caírem por terra, vamos a luta que a vitória é certa”, disse o coordenador do Sintepp Medicilândia, professor Valtair  Fiafilo Deucher.

Por: Joabe Reis
Fonte: Sistema Regional de Comunicação

MASSACRE DO JUDAS: MAIS UM ANO EM QUE BRASIL NOVO PARA NO BAIRRO CIDADE ALTA

Mais uma vez o tradicional massacre do Judas, manifestação realizada anualmente no Bairro Cidade Alta no município de Brasil Novo, oeste do Pará, foi um sucesso de público em sua 28ª edição. O massacre do Judas, tradição trazida para a comunidade por uma família de nordestinos, faz parte do calendário cultural do município desde o ano de 1984.

Foi uma semana de preparação desde a confecção das “CARETAS” à arrecadação de donativos feita por um grupo de jovens mascarados denominados de “CARETAS”, que saem pelas ruas da Cidade fazendo arrecadação dos donativos para o sítio do Judas. Para muitos, a brincadeira é uma apologia à violência, mas para os populares essa é uma das maiores expressões cultural da comunidade – “quem vê pela primeira vez acha que a brincadeira é violenta e na verdade é só que é algo muito bem organizado e quem entra sabe o risco que corre.
A gente orienta aos caretas para não atingir a cabeça e principalmente o rosto dos participantes por que eles são responsáveis pela permanência desta cultura. Alguns dos adultos que estão participando já participam há mais de dez anos” – comentou Gabriel da Silva, um dos organizadores do evento. No sábado à tarde um boneco confeccionado pelos moradores do bairro e simbolizando Judas foi pendurado a um tronco de 15 m de altura e no domingo os donativos colocados ao redor do tronco em um circo todo ornamentado e vigiado pelos caretas para evitar que fossem saqueados. E quem ousou saquear levou muitas chicotadas.

O Secretário Municipal de Esporte, Cultura e Turismo, Alessandro Novaes, acompanhou o evento e disse que manifestação como esta deve ser respeitada e cultuada por todos – “É um prazer poder contribuir com o evento, pois uma manifestação como esta deve ser vista como uma prioridade e todos deveram respeitar. Os moradores da Cidade Alta estão de parabéns, pois mais um ano conseguiram levar sua manifestação cultural para esta multidão. A cidade Alta tem suas particularidades cultural e infelizmente, muitas vezes não tem recebido o devido valor” – afirmou o secretário.

Apesar da representatividade cultural do evento, esta foi a primeira vez que contou com a colaboração da Prefeitura Municipal. Os organizadores também contaram com o apoio das Polícias Civil e Militar que atenderam a solicitação para que dessem suporte de segurança para a população. Como sempre, o evento foi finalizado com a subida no pau-de-sebo o que só foi conseguido depois de muitas tentativas e pelo quinto ano consecutivo o Judas foi alcançado pela mesma pessoa.




Por: Valdemídio Silva
Fotos: Valdemídio Silva e Rosiane Neres
  
Mais Fotos...



Acidente envolvendo motocicletas deixa um morto e dois feridos no travessão 175 sul

O acidente que aconteceu por volta das 16 horas deste domingo, 20, no travessão 175 sul, a 7 quilômetros do centro da cidade de Uruará resultou em uma morte e dois feridos. O nacional, Geferson Alves Rodrigues, 29 anos, morador da zona sul da cidade, que conduzia uma moto Broz acabou morrendo no local ao colidir de frente com uma motocicleta Titan conduzida pelo nacional, Cleomar Silva Henrique, 25 anos, e que carregava o carona, Sinaldo da Silva Oliveira.
Os dois que estavam na moto Titan foram socorridos e levados para o hospital municipal de Uruará e após passarem por atendimento médico já apresentavam melhora no estado de saúde na manhã desta segunda-feira, 21, segundo informou o hospital. O corpo de Geferson foi levado para o necrotério do hospital municipal de onde foi liberado para a família poder realizar os procedimentos fúnebres.
Os investigadores Eládio e Tadeu estiveram no local do acidente apurando as informações sobre o acidente e acompanharam a remoção do corpo da vítima fatal, segundo os policiais Geferson seguia na sua moto broz em direção a um balneário que há na referida vicinal e as outras duas vítima vinham em sentido contrário quando colidiram de frente a dois quilômetros distantes da rodovia Transamazônica (da faixa, como é dito por todos na região).


Por: Joabe Reis
Fonte: Sistema Regional de Comunicação

Madeireiros são multados em R$ 7,5 milhões pelo Ibama


O Ibama realizou uma operação na terra indígena Cachoeira Seca, nos municípios de Uruará e Placas, no sudoeste do Pará, contra a exploração ilegal de madeira e aplicou multas no valor de R$ 7,5 milhões.

Foram apreendidos tratatores, um caminhão para carregar toras, motosserras, espingardas e 57 metros cúbicos de madeira em tora.

Os fiscais do Ibama em conjunto com servidores da Funai e Polícia Federal também destruíram duas serrarias portáteis e um trator que foi encontrado abandonado na terra indígena.

Na semana passada o Ibama - em parceria com índios da etnia Kayapó - também flagrou 40 pessoas trabalhando na exploração ilegal de madeira na terra indígena Menkragnoti, de cerca de 4,9 milhões de hectares, próximo a Altamira.

Foram aplicadas multas no valor de R$ 50 milhões. Os fiscais também destruíram 11 acampamentos de madeireiros e apreenderam 26 motosserras.

ORM

Prefeitura de Gurupá oferta 174 vagas em concurso público


As inscrições para o concurso público da Prefeitura Municipal de Gurupá, nordeste do Pará, já estão abertas. O município oferta um total de 174 vagas para o quadro efetivo, com cargos de nível fundamental completo, médio e superior. As inscrições começaram quarta-feira (16) e seguem até o dia 19 de maio de 2014, com pagamento do boleto bancário para o dia seguinte (20).

O certame reserva 5% das vagas ofertadas a pessoas com deficiências (PcD). Estes candidatos têm ainda direito a isenção do pagamento da taxa de inscrição. Para solicitar este benefício, ele deve, no período de 16 de abril a 2 de maio, realizar a inscrição provisória através do Formulário PcD, disponível na página do concurso. Neste período o candidato deve enviar cópia do documento de identidade e da carteira ou declaração de cadastro da instituição a qual pertence por ser deficiente físico e enviar à Fadesp por carta registrada ou Sedex para o endereço sede da gerenciadora do certame: Central de Atendimento da FADESP - Concurso da CMCC (Isenção da Taxa de Inscrição), Rua Augusto Corrêa, s/n, Campus Universitário da UFPA, Guamá, Belém-Pará, CEP:66075-110.

A taxa de inscrição custa R$ 45,00 para os cargos de nível fundamental completo; R$ 50,00 para os de nível médio e R$ 70,00 para os cargos de nível superior.bJá os salários variam entre R$ 729,15 e R$ 3.200,00. Há vagas para agente de endemias, gari, merendeiras, motorista, recepcionista de nível fundamental completo, entre outros. Há também vagas para agente administrativo, auxiliar administrativo, digitador e técnico de enfermagem para cargos de nível médio e para assistente Social, a única vaga de nível superior.

Após este período de inscrição, o certame segue as suas etapas com a disponibilização do cartão de inscrição, de 21 a 26 de maio no site. As provas objetivas com quatro horas de duração serão aplicadas no dia 1º de junho, no município em dois turnos: pela manhã, das 8h às 12h, para todos os cargos de nível médio e superior, e à tarde, das 14h30 às 18h30, para todos os cargos de nível fundamental completo.

ORM

Polícia flagra esquema de tráfico de drogas em Altamira


A Polícia Civil desmontou na sexta-feira (18) um esquema de tráfico de drogas que funcionava em uma casa, localizada no bairro Sudam II, em Altamira, no sudoeste do Pará. Segundo a polícia, o flagrante foi feito após o recebimento de denúncias de que havia intensa comercialização de entorpecentes no local.

Durante a revista à residência foram apreendidos aproximadamente 2,5 quilos de maconha e uma balança de precisão usada para pesar a droga. Quatro suspeitos foram presos em flagrante, e junto com eles havia dois adolescentes, que também foram apreendidos. Três dos presos moram em Abaetetuba, na região do Baixo Tocantins.

De acordo com os policiais envolvidos na ação, o grupo morava na casa há poucos meses. “Eles eram responsáveis por fazer a conexão do tráfico de drogas entre Altamira e a região de Abaetetuba. Pelo esquema, eles traziam grandes quantidades de drogas de Abaetetuba para serem vendidas em Altamira”, detalha o delegado Rodrigo Leão. Ainda, segundo a polícia, o aumento do fluxo de pessoas na cidade por conta do projeto Belo Monte também estaria atraindo a ação de criminosos interessados na venda de drogas.

G1 PA

FECHAMENTO ANUNCIADO DO HOSPITAL NAtÁLIA ARRAES PARA O DIA 30 DE ABRIL

SECRETÁRIO DE SAÚDE NOEDSON CARVALHO FALA SOBRE O FECHAMENTO DO HOSPITAL EM BRASIL NOVO






www.tvcidadebrasilnovo.com.br

domingo, 20 de abril de 2014

Polícia Federal apreende 26 kg de cocaína em Altamira


A Polícia Federal (PF) apreendeu 26 kg de cocaína nesta quinta-feira (27) em Altamira, sudoeste do Pará. Segundo informações da polícia, um homem e uma mulher foram presos durante a operação.

Ainda de acordo com a PF, a droga seria levada para o nordeste. A cocaína foi encontrada no interior do tanque de combustível de uma pick-up, cor prata.


Pedro Enrique Rabelo Marques e Michele Mário Aguiar Santana foram presos e encaminhados para delegacia de Polícia Civil de Altamira. Os dois devem responder por tráfico de entorpecentes.

Fonte O Xingu

Acusado de matar Padre de Altamira é preso em Belém


A Polícia Civil prendeu, em cumprimento a mandado de prisão temporária, ontem (16), Paulo César Oliveira Santos, 22 anos, por envolvimento no assassinato do padre Paulo Machado de Oliveira. O crime ocorreu em janeiro deste ano, na quitinete onde morava a vítima, na Travessa Lomas Valentinas com Avenida Pedro Miranda, bairro da Pedreira, em Belém. O acusado confessou o crime. A prisão foi feita pela equipe da Divisão de Homicídios.

O delegado Claudio Galeno explica que o padre estava afastado por determinação do Vaticano após ter sido preso, em Altamira, sudoeste do Pará, acusado de abusar sexulamente de um adolescente, em 2012. Depois, Paulo Machado passou a morar em Belém. Segundo a delegada Maria Lúcia Santos, que tomou o depoimento do acusado, Paulo César alegou ter convivido durante três meses com a vítima. Conforme ele, o crime foi premeditado. O acusado pretendia roubar pertences de Paulo Machado.

Durante relacionamento sexual, a vítima foi morta por asfixia, com o uso de dois sacos plásticos. O corpo foi colocado dentro de uma caixa de papelão, que foi vedada com fita crepe e encoberta com o uso da cortina do banheiro. Após o crime, o acusado fugiu do local, levando uma caixa amplificadora de som, R$ 100 e o telefone celular de Paulo Machado. Foi por meio das investigações que a equipe policial localizou o aparelho celular, na casa da avó do acusado, em Belém.

Após seguir os passos do acusado, a equipe policial conseguiu prendê-lo enquanto ele recebia roupas das mãos da mãe, em uma parada de transporte coletivo, na esquina das avenidas Alcindo Cacela e Governador José Malcher, em Nazaré. O preso vai responder pelo crime de latrocínio.

Fonte : O Xingu

BANDIDOS ASSALTAM RESIDÊNCIA EM BRASIL NOVO E LEVAM 40 MIL REAIS EM JÓIAS






Reportagem: Gleyson Araújo
www.tvcidadebrasilnovo.com.br

Incêndio destrói loja de artigos para caça e pesca em Altamira

Incêndio destrói loja de artigos para caça e pesca em Altamira
O incêndio teve início por volta das 13 horas desta quinta-feira, 17, e só foi controlado com a chegada do corpo de bombeiros e da Polícia Militar.
Houve muita correria no centro da cidade e muitas explosões provocadas por estouros de explosivos e munições armazenados na loja. Várias pessoas tiveram ferimentos leves, o quarteirão chegou a ser isolado. A perda foi total na loja.
 
As causas do incêndio ainda não foram divulgadas. Mas segundo o corpo de bombeiros tudo pode ter sido iniciado por um curto circuito na rede elétrica.
 
Com informações do Correspondente Maurício Junior de Altamira.

Fonte: Sistema Regional de Comunicação

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Terra Indígena Cachoeira Seca foi alvo de ação do Ibama contra o desmatamento ilegal

Denúncias da Funai e da comunidade indígena Arara sobre a exploração ilegal de madeira na Terra Indígena Cachoeira Seca, nos municípios de Uruará e Placas, no Pará, levou o Ibama a realizar uma operação de fiscalização que resultou em multas no valor de R$ 7,5 milhões e 700 hectares de área embargada no interior da terra indígena.
Foram apreendidos três tratores, um caminhão adaptado para carregar toras, uma serraria portátil, quatro motosserras, três espingardas e 57 metros cúbicos de madeira em tora. A ação aconteceu entre os dias 05 e 10 de abril com o apoio de servidores da Funai e de agentes da Polícia Federal.
Ainda foram destruidas duas serrarias portáteis e um trator encontrados abandonados no interior da terra indígena juntamente com madeira extraída da área. O maquinário foi destruído com o objetivo de cessar o dano ambiental que os equipamentos continuariam causando na área.


Fonte: Sistema regional deComunicação Com informações Ascom/Ibama