terça-feira, 28 de junho de 2016

Pará registra mais 4 mil casos de dengue

O Pará registrou 4.010 casos de dengue, 163 de zika e 127 de febre chikungunya entre os dias 1º de janeiro e 24 de junho deste ano, segundo o nono Informe Epidemiológico de 2016 emitido pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) sobre as ocorrências confirmadas das três doenças que são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.
Dos municípios paraenses com maior ocorrência da dengue, Belém continua a liderar o ranking, com 483 casos confirmados, seguida por Alenquer (340), Oriximiná (288), Pacajá (206), Parauapebas (198), Tucuruí (175) e Novo Repartimento (174). Em todo o Estado, não houve registro de mortes por dengue em 2016. A Sespa orienta que as Secretarias Municipais de Saúde informem num período de 24 horas a ocorrência de casos graves e mortes suspeitas.
Para a confirmação de óbitos é necessária a investigação epidemiológica com aplicação do Protocolo de Investigação de Óbito do Ministério da Saúde, que prevê exames específicos em laboratórios credenciados do Estado – como o Laboratório Central (Lacen) e Instituto Evandro Chagas (IEC) –, que são preconizados pelo Programa Nacional de Controle da Dengue. O procedimento garante o correto encerramento de casos graves e óbitos no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).
A execução de ações contra a dengue é de competência dos municípios, que devem cumprir metas, entre as quais destacarem agentes de controle de endemias para fazer visitas domiciliares. Paralelamente, a Sespa faz o monitoramento dos 144 municípios que receberam o incentivo do Ministério da Saúde para vigilância, prevenção e controle da dengue, e orienta as prefeituras quanto ao uso correto de inseticidas (larvicidas e adulticidas) para o controle. A secretaria também faz visitas técnicas aos municípios para assessoramento das ações do programa da dengue, além de apoiar a capacitação sobre a febre chikungunya e zika.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Trabalhador rural é assassinado com tiro de espingarda na cabeça em Uruará - PA

Um homem foi assassinado a tiros numapropriedade do travessão 175 norte, na zona rural do município de Uruará (PA), 11 km do centro urbano. 
Após uma bebedeira houve uma discussão acalorada entre dois homens e em seguida a vítima, Mário Cezar Sousa Bispo, 40 anos, foi alvejado a tiros de espingarda calibre 36.
Este foi o 1º homicídio ocorrido no mês de junho de 2016 no município e como os demais homicídios (8 anteriores) teve o envolvimento de bebida alcoólica.
A equipe da polícia civil, IPC Alexandre e IPC Silvio Alex e DPC Walison Damasceno estiveram no local para fazer os primeiros levantamentos investigativos. De acordo com depoimento já coletados pela polícia, a vítima sempre quando bebia ficava agressiva.
As circunstâncias do crime estão sendo apuradas, mas o autor do homicídio identificado pelo nome Luan Pantoja da Silva, 26 anos, está foragido.

Prefeito de Vitória do Xingu é afastado do cargo por improbidade

O processo instaurado em 2003, só agora teve uma decisão judicial final, Erivando Amaral será afastado do cargo assim que notificado, outros dois réus no processo foram absolvidos.
A decisão foi unânime nas Câmaras Criminais do TJ – PA, que julgou o prefeito Erivando Oliveira do Amaral (PSB), de Vitória do Xingu, sudoeste do estado, na época dos crimes (em 2001), Vando era presidente da Câmara de vereadores, e teria recolhido para si de forma ilícita dinheiro de diárias de vereadores que teriam feito viagens à capital do estado.
A decisão judicial aponta o então presidente da casa como responsável por falsificar assinaturas.
“Narra a exordial acusatória, que a Vereadora Maria das Neves Azevedo dos Santos, solicitou a prestação de contas do denunciado ERIVANDO OLIVEIRA AMARAL, que era presidente da Câmara Municipal de Vitória do Xingu, referente ao exercício de 2001, haja vista que o mesmo se recusava a apresentá-la em plenário. A vereadora supracitada foi surpreendida ao ver que na prestação de contas constava a concessão de 06 (seis) diárias para Belém, no valor de R$ 900,00 (novecentos reais), afirma nunca ter recebido, assinado e viajado, alegando que a sua assinatura constante às 40 fora falsificada” relata a decisão.

VEM AÍ MAIS UM DOMINGO SEM ENERGIA

AVISO DE DESLIGAMENTO

No próximo domingo, 10 de julho, será realizado outro grande desligamento a pedido da ELETRONORTE para concluir a ampliação da subestação da supridora, localizada em Altamira. O início será às 07h45 e previsão de término, às 16h15.
Para que a obra seja realizada e concluída com sucesso, será necessário desligar novamente as subestações de Altamira, Santo Antônio, Anapú, Brasil Novo e Medicilândia, de responsabilidade da Celpa. Este desligamento afetará os municípios de Altamira, Vitória do Xingú, Medicilândia, Brasil Novo, Senador José Porfírio e Anapú.
Este é segundo desligamento de grande proporção que a Eletronorte irá efetuar no sentido de ampliar a sua subestação. O último ocorreu no dia 19 de junho e atingiu outros municípios como Santarém e Itaituba.

Atenciosamente, 

Núbia Pereira. Assessora de Imprensa da Celpa.

Duplo homicídio deixa moradores chocados em Bairro de Altamira

O crime foi na noite deste domingo (26), no RUC Laranjeiras e segundo testemunhas, o assassino, ao deixar o local ainda saiu avisando a vizinhança, que tinha matado duas pessoas é que chamassem a polícia, em seguida fugiu.
Sabendo que havia uma criança de colo na residência, vizinhos correram desesperados para a casa, encontraram duas mulheres mortas, uma no quarto e outra na sala, a criança um menino de 1 ano e quatro meses estava ilesa, deitada e dormindo em um berço.
A PM e o IML foram acionados já por volta das 23h, o autor do crime ainda tentou fugir sentido Brasil Novo, porém uma guarnição conseguiu interceptar e prender o autor confesso do crime, ele é Denildo Oliveira Andrade de 28 anos e já está à disposição da justiça, na Seccional Urbana de Altamira ele confessou o crime.

"Matei elas duas, usei uma faca só"disse Denildo.

O motivo do crime seria passional, uma traição por parte de Lucia Pereira, esposa do acusado, Eva Braga de 26 anos que também estava na casa foi assassina na sala ela era amiga de Lucia, ambas estavam despidas. O caso segue sob investigação da polícia civil da cidade.
O RUC Laranjeiras é um dos 5 reassentamentos urbanos coletivos, construídos pela Norte Energia, onde moram famílias que antes ocuparam áreas de baixões e pontos onde foram afetados pelo lago da usina de Belo Monte.

Por: Felype Adms

Eletrobras diz que investigação sobre desvios em Belo Monte prosseguem

As investigações independentes conduzidas pela Eletrobras sobre denúncias de corrupção envolvendo a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, continuam em andamento e não houve, até o momento, finalização de relatório sobre o caso, informou a estatal elétrica nesta quarta-feira(22), em comunicado.
O aviso ao mercado foi publicado pela Eletrobras como resposta a um pedido de esclarecimento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em relação à notícia ´publicada pela revista “IstoÉ”. Segundo a reportagem, os primeiros resultados da comissão de auditoria externa contratada para analisar os padrões de governança e controle na estatal apontaram para uma cifra da ordem de R$ 600 milhões de sobrepreço nas obras de Belo Monte, que é de responsabilidade do consórcio Norte Energia, do qual a Eletrobras é acionista.
Além disso, a CVM pediu também esclarecimentos sobre notícia veiculada pela coluna “Radar Online”, da revista “Veja”, que diz que o escritório de direito internacional americano Hogan Lovells fechou um contrato, em junho de 2015, de R$ 6 milhões para investigar supostas práticas de corrupção na Eletrobras. Em janeiro, porém, de acordo com a reportagem, o escritório elevou o contrato para R$ 195 milhões para executar a tarefa de investigação.
Segundo a estatal, o valor do contrato do Hogan Lovells mencionado pela revista “é uma referência ao valor máximo da contratação do serviço de investigação independente” e foi divulgado no “Diário Oficial da União”, conforme determinam as leis.

Empresa envolvida com o crime da Samarco fez estudo da Belo Sun

A empresa VogBr, responsável pelo estudo de estabilidade da barragem de Fundão, que rompeu causando a morte do Rio Doce, em Mina Gerais, também atestaram a viabilidade da barragem de rejeitos do projeto da Belo Sun, empresa que quer extrair ouro às margens do rio Xingu no Pará.
Além da mesma empresa, a Belo Sun também contratou o mesmo engenheiro civil, Samuel Paes Loures. Ele foi responsável por elaborar em julho o laudo conclusivo de que a barragem de rejeitos da Samarco (Vale/BHP-Billiton) não oferecia riscos, no entanto, no dia 05 de novembro de 2015, a barragem rompeu, derramando entre 55 e 65 milhões de metros cúbicos de lama tóxica no Rio Doce.
As empresas VogBr, Vale e Samarco e outras 8 pessoas, incluindo o Samuel Loures, foram indiciados pela Polícia Civil por homicídio qualificado com dolo eventual (quando se assume o risco de matar) e poluição de água potável. Eles foram responsabilizados pelas 19 mortes e pela poluição de mais de 600km do rio Doce e afluentes.
Em novembro de 2012, a Belo Sun divulgou o documento “Nota Técnica de Esclarecimento das principais questões abordas na Audiência Pública de Senador José Porfírio”, assinada pelo engenheiro civil Samuel Loures e pela VogBr, entre outras empresas. O documento afirma que dentre os riscos/perigos identificados no EIA/RIMA durante a fase de operação do projeto estão:
·         Extravasamento da barragem de rejeitos e diques de contenção por aporte hídrico maior do que a capacidade de suporte do sistema;
·         Rompimento da barragem de rejeitos;
·         Rompimento do rejeitoduto.

Dessa forma, seria um impacto enorme a extração de ouro em grande escala proposta pela Belo Sun na região do Xingu, pois a quantidade de rejeitos armazenados nas duas barragens será de 92 milhões de m³, bem mais que a de Fundão. Além disso, essas barragens armazenarão uma mistura contendo cianeto, uma substância altamente perigosa para os seres humanos e o meio ambiente.

POLEMICA DA RESERVA INDÍGENA CACHOEIRA SECA CONTINUA

RESERVA CACHOEIRA SECA VIRA MOEDA DE TROCA POR VOTO.

No dia 5 de abril a Presidenta afasta Dilma homologou a demarcação da Terra Indígena (TI) Cachoeira Seca, localizada nos municípios de Uruará e Placas na região oeste do Pará. 
Uma disputa que teve início na década de 1970. O decreto com a decisão, assinado pela presidenta afastada Dilma Rousseff e publicado no Diário Oficial da União de 5 de Abril inclui uma área de 733.688 hectares e beneficia uma população de 105 índios pertencentes ao grupo Arara.
Diante da situação ocorrida uma comissão foi criada no município de Uruará, para discutir o assunto, onde uma ação na justiça esta em andamento, para tentar rever a demarcação. Segundo informações a ação na justiça tem um custo de R$100.000.00( Cem Mil Reais) despesas de Advogados, onde os Prefeitos de Uruará e Placas se comprometeram com R$ 25.000.00 cada, o deputado Estadual Eraldo Pimenta com R$10.000.00. Já o restante que faltam R$ 50.000.00 sera arrecadado entre os agricultores interessado, em doações de bois ou mesmo em dinheiro, onde ate o momento nada ainda foi arrecadado só promessas. 
Em conversa com Carlinho do Sindicato o mesmo destacou que a ação é necessária para da garantia de segurança aos agricultores, pois se nenhuma ação for tomada, as pessoas que la residem, podem sofrer uma reintegração de pose e serem expulso por força policial.
Questionado porque não mover essa ação na justiça federal com advogados da região, Carlinho destacou que é uma ação que necessita de advogados especializado, nesse tipo de processo.

domingo, 26 de junho de 2016

Mulher capou o marido após saber que ele tentou estuprar sua filha de 6 anos

Foto por: Divulgação
Uma mulher de 24 anos, tomada pela ira cortou o órgão genital do companheiro na noite de segunda-feira, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado.
Ela ficou revoltada após a filha de seis anos relatar que havia sido abusada sexualmente, na noite do último sábado, pelo padrasto de 26 anos. A família vivia junto há cerca de quatro anos, e a menina é filha do primeiro casamento da mãe.
A jovem tem mais uma menina de dois anos, fruto da segunda união. De acordo com informações da Polícia Civil, no sábado passado, a menina estava com a avó, que é deficiente visual, enquanto a mãe estava na casa de uma amiga. Foi quando o homem retirou a garota da presença da avó e a levou para o quarto, onde tentou manter relações sexuais com ela.
Ao sentir dor, a menina gritou, e o homem teria ameaçado bater na enteada caso ela contasse algo à mãe. Com medo, a criança decidiu revelar o ocorrido para a avó, no início da noite de segunda-feira. No momento em que a mãe da criança chegou do trabalho, ouviu parte da conversa. Foi quando soube do suposto abuso do companheiro. Ela ligou para a Polícia Militar, que a orientou a procurar o Conselho Tutelar. Uma reunião foi marcada para o meio-dia de ontem.
A mãe relatou à polícia que, quando o companheiro, que estava em um bar, voltou para casa por volta das 23 horas, ela não conseguiu esperar e, revoltada, pegou uma faca na cozinha e cortou o pênis do companheiro.
Após o crime, a mulher saiu de casa correndo, levando a filha de seis anos e a mãe. Em seguida ligou para a polícia.

sábado, 25 de junho de 2016

Homem é morto a tiros em frente ao Hospital Municipal de Medicilândia, no Pará

Um homem identificado como Charles Nascimento Costa, 23 anos, foi morto a tiros dentro do Hospital Municipal de Medicilândia, no sudoeste paraense, na tarde desta sexta-feira (24).  
Segundo informações de testemunhas, a vitima estava aguardando a irmã que estava sendo atendida na unidade de saúde, quando um homem armado efetuou 5 disparos contra a vitima, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
As motivações do crime serão investigadas pela Polícia Militar, que já possui informações sobre o atirador.
Fonte: Portal do Xingu, com informações de Carlos Calaça

Polícia Civil prende acusado de estuprar mulher na zona rural de Altamira

A Polícia Civil prendeu, em Altamira, sudoeste paraense, em cumprimento a mandado de prisão, Idalvo Kassio de Araújo, 30 anos, por crime de estupro. Ele é acusado de agir mediante violência para obrigar a vítima, uma mulher de 24 anos, a se submeter a relações sexuais. O caso foi denunciado à Delegacia da Mulher de Altamira, onde a delegada Renata Gurgel representou pela custódia preventiva do acusado perante a Justiça local. Idalvo foi enquadrado no crime previsto no artigo 213, do Código Penal, por constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com se pratique outro ato libidinoso, cuja pena é de reclusão de seis a dez anos.
De acordo com a delegada, o crime teria ocorrido em uma comunidade conhecida como Ressaca, na zona rural de Altamira, no último dia 16. A vítima e o acusado são vizinhos. Após o crime, Idalvo ainda teria procurado o marido da vítima para lhe pedir perdão pelo crime.
De posse do mandado de prisão, os policiais civis da DEAM passaram a investigar o paradeiro do acusado que foi preso na sede do município de Altamira, no momento em que ele iria embarcar em uma lancha no porto da cidade, para fugir ao Estado do Maranhão. Após ser cumprida a ordem de prisão, Idalvo foi conduzido à Delegacia e depois recolhido à disposição da Justiça. 
As informações são da Polícia Civil.

Três ciganos foram autuados em flagrante pelo crime de Estelionato no município de Uruará (PA)

Na quarta-feira, 22 de junho, por volta das 14h o investigador de polícia civil de plantão (Silvio Alex) recebeu uma ligação de uma vítima, que estava no Km 140, a qual informou que três pessoas num veículo gol preto, teria ido até seu estabelecimento comercial, sendo que um deles, uma mulher, teria lhe ameaçado e pedido dinheiro, e a vítima com medo acabou entregando a quantia que estava no caixa, aproximadamente R$ 500,00.
Logo em seguida, o investigador entrou em contato com policiais do município de Medicilândia. Uma guarnição da polícia Militar do referido, conseguiu interceptar o veículo ainda na rodovia Transamazônica.
As três pessoas foram conduzidas para a delegacia de Polícia Civil de Uruará.
Na delegacia a vítima disse que na verdade foi "iludida" a entregar o dinheiro, tendo em vista que a flagranteada disse a ela que iria ler a sorte e faria um "trabalho" para livrá-la de um acidente.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Exército Brasileiro realiza dois Concursos

A Escola de Formação Complementar do Exército Brasileiro (EsFCEx) anunciou a realização de dois Concursos que recebem inscrições até 5 de agosto de 2016.
O de Admissão ao Curso de Formação de Oficiais do Quadro Complementar, apresenta 40 vagas nas áreas de Ciências Contábeis (7), Direito (15), Enfermagem (6), Informática (10) e Veterinária (2). Já o que visa a Admissão para o Estágio de Instrução e Adaptação de Capelães Militares, tem quatro oportunidades para candidatos com os seguintes credos: católico apostólico romano (3) e evangélico (1).
Podem participar quem apresentar ensino superior com registro no órgão da respectiva classe, ou ter formação teológica regular de nível superior, ordenação de sacerdote católico romano ou ser consagrado como pastor evangélico, além de pelo menos três anos de atividades pastorais, comprovadas.
As inscrições são recebidas pelo site www.esfcex.ensino.eb.br, mediante o preenchimento do formulário disponível na página eletrônica e pagamento da taxa no valor de R$ 120,00.

Os participantes serão submetidos às etapas de Exame Intelectual, Inspeção de Saúde, Exame de Aptidão Física, Verificação Documental Preliminar e Revisão Médica e Comprovação dos Requisitos para Matrícula.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Jobson é preso após ser acusado de estuprar quatro adolescentes no Pará

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira o jogador de futebol Jobson Leandro Pereira de Oliveira, de 28 anos, acusado de estuprar quatro adolescentes em Conceição do Araguaia, no Pará. O atacante foi detido em sua chácara, na cidade de Couto Magalhães, no Tocantins. Um quinto caso de abuso sexual que teria sido cometido por ele está sendo investigado.
Segundo a polícia, ao ser preso, o jogador recebeu das mãos dos policiais civis o mandado de prisão e não ofereceu resistência. Jobson foi conduzido em viatura policial até a Delegacia de Conceição do Araguaia para prestar depoimento.
Ele será apresentado ao juiz da Comarca de Conceição do Araguaia Marcos Paulo Sousa Campelo, responsável pelo mandado de prisão. Nascido na cidade paraense, o jogador atualmente está sem clube e passou por Brasiliense, Botafogo, Atlético-MG, Bahia, Barueri, São Caetano, Jeju United, da Coreia do Sul, e Al-Ittihad, da Arábia Saudita.
A prisão ocorrida nesta quinta-feira é mais um capítulo da conturbada trajetória de Jobson, que surgiu como grande promessa no futebol brasileiro, mas se perdeu com polêmicas fora de campo e ao ser suspenso por mais de uma vez por uso de doping.

DEPUTADOS APROVAM ORÇAMENTO DO PARÁ PARA 2017 EM R$24,5 BI

A Assembleia Legislativa do Estado aprovou nesta quarta-feira (22) a Lei de Diretrizes Orçamentárias do exercício financeiro de 2017. A LDO foi aprovada com 24 emendas acatadas das 247 apresentadas pela comissão de finanças. 
A lei vem com previsão de receita total de R$ 24 bilhões, a estimativa é de superávit primário no limite de R$ 11,554 milhões. Para os demais exercícios, 2018 e 2019, as metas de desempenho fiscal devem obedecer a mesma tendência, com resultado superavitário de R$ 18,157 milhões e R$ 27,566 milhões. 
O relator da peça orçamentária, deputado Júnior Hage, destacou que diante da crise instalada no país e que consequentemente atinge o Pará, houve critérios para aprovar ou reprovar determinadas emendas, considerando a garantia do equilíbrio fiscal e econômico social. Ele alertou para necessidade de contingenciamento das despesas primárias para elaboração da peça orçamentária de 2017. “Nosso interesse foi o comprometimento desta Casa em fortalecer as ações do Poder Executivo com as regras estabelecidas no Orçamento proposto para manter a governabilidade”, explicou Hage.
Para o presidente do Parlamento Estadual, deputado Márcio Miranda, o Poder Legislativo tem contribuído votando projetos importantes para o desenvolvimento do estado.“Esse Parlamento tem dado uma enorme contribuição ao governo e ao estado e a votação da LDO é mais uma demonstração de compromisso e de responsabilidade. Todos, independente de posição partidária, votaram nas políticas públicas programadas para 2017, tendo o cuidado de garantir o desenvolvimento e a viabilidade fiscal e de gestão econômica ao governo”, observou.