quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Polícia Civil resgata mulher mantida em cárcere privado pelo companheiro em Anapu

A Polícia Civil resgatou, neste final de semana, uma mulher que era mantida em cárcere privado, sob ameaças de uma arma de fogo, pelo próprio companheiro, na zona rural de Anapu, sudoeste paraense. O crime ocorria na casa onde vivia o casal localizada na área do PDS (Projeto de Desenvolvimento Sustentável) Esperança. Uma denúncia de membros da comunidade levou a equipe de policiais civis da Delegacia de Anapu até o local para apurar os fatos. As informações chegaram ao conhecimento dos policiais civis na última sexta-feira. "Uma mulher estava sendo vítima de violência doméstica e era mantida em cárcere privado na própria casa, nessa região, pelo companheiro. Assim, fomos até o local, para apurar a denúncia, e conseguimos constatar o crime", informou o delegado Rubens Mattoso.
Na casa, detalha o policial civil, o acusado Denival Souza Ferreira mantinha a companheira Francinete da Conceição Ferreira trancada e vítima de violência doméstica. No local, os policiais civis encontraram uma espingarda calibre 20 carregada com munição. Em depoimento, a vítima relatou que o acusado a ameaçava com uma arma de fogo. Denival foi autuado em flagrante por ameaça no âmbito da violência doméstica e por posse ilegal de arma de fogo. Ele permanece preso à disposição da Justiça. A vítima deverá receber medidas protetivas concedidas pela Justiça.
FURTO Neste domingo, 12, policiais civis apreenderam uma adolescente por ato infracional análogo ao crime de furto, em Anapu. Ela é acusada de furtar vários objetos de um supermercado localizado no centro da cidade. Após a equipe policial verificar as imagens da câmera de segurança do local, foi possível constatar que mais dois adolescentes e uma criança de 10 anos, que já foram identificados, também participaram do furto. Os abjetos furtados estavam em posse da adolescente apreendida e foram devolvidos ao proprietário do estabelecimento. Foi instaurado um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC) para apurar o caso. A adolescente apreendida foi encaminhada para o Ministério Público.
Fonte: PC/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário