sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

BRASIL NOVO: SEMMA COMEÇA RECUPERAÇÃO DAS NASCENTES NA ÁREA DO LIXÃO

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente junto como o Instituto Socioambiental (ISA) realizou a semeadura de 250 KG de sementes, de 76 espécies diferentes de plantas aqui da Região Amazônica, para espalhar numa área de 2,5 hectares de APA do município, próximo ao lixão de Brasil Novo. “Nosso objetivo é reflorestar esta área para recuperar as três nascentes que existem”, explicou o Secretário do Meio Ambiente, Tarcízio Venturini.
DSC_0665Esta iniciativa faz parte do Projeto Amazonia Live, uma iniciativa do Rock in Rio em parceria com o Instituto Socioambiental (ISA) e Funbio (Fundo Brasileiro para a Biodiversidade), que está em andamento há mais de 10 anos.
DSC_0698
O projeto é mais uma ação para minimizar os impactos do desmatamento na Amazônia e a expectativa é que sejam plantadas 1 milhão de árvores.DSC_0711
A preparação do terreno foi feita anteriormente com trator em algumas partes e onde não foi possível passar o trator serão plantadas mudas.DSC_0732
O técnico do ISA, Mailison Borges, informou que esta técnica de plantio é conhecida como ‘muvuca’, e consiste em misturar sementes de várias espécies para o plantio direto manual. “Naturalmente as plantas criam um banco de sementes no solo, que é a forma dela sobreviver, nós vamos jogar as sementes no solo, até chegar o momento delas nascerem”, explicou.
DSC_0723
Este método de plantio é utilizado porque permite um manejo menos oneroso.: “Por exemplo, até junho as mudas destas sementes já cresceram por que estamos no período de chuva e não vai ser necessário regá-las”, acrescentou.
DSC_0715
Ele também disse que a primeira fase da floresta será as plantas anuais. “O feijão de porco e outras espécias crescem mais rápido e não vão deixar o capim crescer, depois as plantas que levam dois anos vão crescer e assumir e essas espécies vão virar adubo. Depois vem o ciclo das plantas de três, de cinco anos, depois de 10 anos e as permanentes, destacou.
DSC_0776
Entre as 76 espécies de semente tinha caja, cupuaçu, feijão de porco, bacaba, pequi, ipê roxo, baru, gergelim, urucum, angelim, maracujá, maxixe, abóbora, jatobá, caju, aricá, tento, murici, etc.
DSC_0754Para ajudar no plantio, foram convidados várias pessoas além dos técnicos da SEMMA e do ISA, entre eles participou o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Brasil Novo, Carlos Leones.
DSC_0728
Por: Luis Henrique Silveira (Texto e Fotos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário