quinta-feira, 4 de outubro de 2018

CHARLES RA MORTO EM CONFRONTO COM POLICIAIS DA DECA E GTO EM PORTO DE MOZ

De acordo com informações da Polícia, Charle Jean Feiteiro foi morto durante uma intervenção Policial em Porto de Moz durante a Operação RAVOK (massacre sem piedade), deflagrada durante esta quarta-feira feira em Porto De Moz em conjunto com as Polícias Civil e Militar e segundo a polícia Charle Rá, como era conhecido, teria recebido a Guarnição com tiros que revidaram e o alvejaram.
Ainda de acordo com as informações, Charele já vinha sendo caçado e ao ser encontrado carregava uma sub-metralhadora e ao receber ordem de prisão teria disparado contra os policiais e ao ser alvejado não resistiu aos ferimentos e morreu: - “No momento do retorno, é… confronto com esse pessoal localizaram algumas pessoas, foram presos quatro indivíduos e este outro que estava no meio do mato desferiu alguns disparos contra as guarnições que revidaram em justa agressão e esse indivíduo veio a óbito” - contou o delegado que preside o caso em entrevista aos meios de comunicação.
Na ação os policiais apreenderam duas pistolas, tres espingardas, um revólver, uma sub-metralhadora (que segundo a polícia pertencia a Charle Rá) e munições.
Os quatro presos, que estavam com Charle Rá são:

Pedro Nascimento Cardoso - PEDRÃO
Linsmar Portela de Carvalho – DUNGA
Cleison Cavalcante de Freitas e
Joeue Mureira

Os quatro homens presos na ação foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Porto de Moz, mas deverão ser encaminhados para Altamira.

Charle Ra morava em Medicilândia e havia sido preso em dezembro do ano passado acusado de integrar e chefiar uma quadrilha de assaltantes de banco na região, mas ganhou liberdade em janeiro por falta de provas.

Por: Valdemídio Silva com informações da TV Record/Altamira

Nenhum comentário:

Postar um comentário