sexta-feira, 19 de outubro de 2018

MÃE E PADRASTO SÃO ACUSADOS DE MATAR E QUEIMAR BEBÊ DE DOIS MESES

(Foto: Divulgação)

Um casal identificado como Maurício dos Santos Pires, de 29 anos, e Joice Lemos da Silva, de 25, são acusados de matar um bebê de apenas dois meses, que era filho da acusada. A dupla ainda ateou fogo no corpo e jogou no rio enrolado em uma sacola. O crime foi cometido no quintal da casa dos acusados e presenciado pela outra filha da mulher de apenas oito anos. O caso aconteceu no último final de semana em Pilar, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. 
No dia seguinte, o casal procurou a delegacia para relatar um falso sequestro da criança e, após serem interrogados pelos policiais, que desconfiaram da versão, o homem confessou o crime. 
A polícia tenta descobrir, agora, como a criança foi morta da criança, já que o padrasto afirma que não matou a criança. Na versão apresentada aos policiais, ele disse que a criança já estava morta, então eles atearam fogo no corpo e jogaram no rio. O corpo da criança não foi localizado. 
A criança 8 anos contou que a mãe maltratava o bebê de dois meses após descobrir que ele não era o filho do seu atual companheiro. Além de que, ela é agressiva com ela e os irmãos, chegando a bater com vara e os deixando em casa sozinhos e com fome. A menina também tinha que tomar conta do bebê quando a mãe saía. 
O casal está preso e vai responder por homicídio, ocultação de cadáver e denúncia de falso crime. 
Fonte: DOL Com informações do R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário