quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

FORTE CHUVA CAUSA TRANSTORNOS NA CIDADE

Altamira e cidades da região foram atingidas por uma forte chuva na noite desta quinta-feira (14). A chuva começou por volta das 22h e em pouco tempo moradores de áreas de risco da cidade relataram dificuldades. Famílias que residem na área da lagoa, no Bairro Independente I, passaram a noite em claro, na esperança que a chuva passasse rapidamente. A dona de casa Paula da Silva, mora às margens da rua acesso três e quando percebeu o tempo fechando, não perdeu tempo. Ela tirou os móveis de sua residência e levou para casa de familiares. Paula já é conhecedora dos transtornos causados pelas chuvas e, por isso, se adiantou.
Por conta do intenso volume de água, a passagem de veículos em um trecho da rua ficou bem difícil. Apesar do perigo, muitos se arriscavam a passar pelo meio da água. De acordo com a população da área da lagoa, os alagamentos não eram tão frequentes nesse local. Porém, nos últimos anos, a qualquer sinal de chuva, a rotina é a mesma para essas famílias.
As principais ruas do bairro são domingos e outros pontos da cidade, também ficaram completamente alagados. A forte chuva causou prejuízos a muitos moradores. Diversas casas da Rua Lucindo Câmara, ainda No Bairro Independente I foram invadidas pela água. O volume de chuva formou uma enxurrada no interior das residências.
A água em alguns pontos, chegou a bater na coxa dos moradores e algumas casas acabaram ficando comprometidas. Quem tinha que levar os filhos na escola, se virava como podia para fazer a travessia em algumas pontes que ficaram debaixo da água e lama. Ainda na casa da Dona Edileuza, acompanhamos o momento em que o esposo dela tirava a água com baldes. Os móveis tiveram foram suspensos, ou seriam perdidos. A casa do cachorro da dona de casa também foi por água abaixo.

Os moradores ainda garantem que as questões não são somente os prejuízos financeiros, mas também a questão da saúde. Em algumas dessas residências, os proprietários utilizaram bombas para retirar o excesso da água. A prefeitura disponibilizou uma bomba maior e um carro pipa para ajudar os moradores.

Reportagem: Quezia Sarmento

Nenhum comentário:

Postar um comentário