sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

POLÍCIA CIVIL VAI TRANSFERIR AO PARÁ PRESO NO PARANÁ SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO EM ASSALTO A BANCO EM SÃO FÉLIX DO XINGU

Armas e dinheiro apreendido durante investigações do assalto
A Polícia Civil vai transferir, nos próximos dias para Belém, o preso José Cavalcante, conhecido como "Ceará", que foi preso, no último dia 10, na cidade de Londrina, no Paraná. Ele foi preso por policiais civis do Paraná a partir de informações repassadas pela Polícia Civil do Pará. Cavalcante é acusado de ser o dono das armas utilizadas durante o assalto realizado à agência do Banco do Brasil na cidade de São Félix do Xingu, sul do Pará, no dia 2 deste mês. As armas foram encontradas dentro de uma mala de viagem que estava em poder da paranaense Nayana Cris da Costa e Silva, 29, presa, no último dia 7, em um ônibus interestadual, no município de Conceição do Araguaia, no sul do Pará.
A prisão de José Cavalcante foi realizada com o apoio do Núcleo de Apoio à Investigação de Redenção (NAI Sul), da Superintendência Regional de Polícia do Araguaia Paraense e do Sudeste do Pará, e da Delegacia de Repressão de Roubos a Bancos vinculada à DRCO do Pará. Ainda, na mesma operação policial no Pará, foram apreendidas duas pistolas, dois revólveres, um fuzil AK 47, uma escopeta calibre 12 e a quantia de R$ 14 mil que estava dividida em envelopes bancários para serem depositados.
A Polícia Civil prendeu também, na ocasião, outra mulher envolvida no assalto, Sandra Lúcia Domingues, de 41 anos, em Parauapebas, sudeste paraense. O líder da associação criminosa, Raimundo Nonato Inácio Valdivino, companheiro de Sandra, morreu em troca de tiros com os policiais civis da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Segundo o delegado Pedro Henrique Andrade, titular da Superintendência do Alto Xingu, ao todo, sete pessoas foram indiciadas por envolvimento no roubo ao banco. Dois suspeitos permanecem foragidos. As investigações continuam.


Fonte: PC/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário