sexta-feira, 24 de maio de 2019

MPF, PREFEITURA E NORTE ENERGIA DISCUTEM SOBRE RETIRADA DE FAMÍLIAS DA ÁREA DA LAGOA


Recentemente o ministério público federal solicitou que o Ibama adote medidas judiciais e administrativas, contra a norte energia e a prefeitura de altamira, pelo descumprimento do cronograma de ações para retirada das famílias da área da lagoa no bairro independente um. Em reunião realizada na quarta-feira (22) no MPF estiveram presentes representantes do Ibama, Norte Energia, Prefeitura e representantes dos moradores.
A retirada das famílias tinha prazo até o fim de abril de 2019, o que não foi feito. Segundo o MPF, a Norte Energia teria firmado acordo com o Ibama em outubro de 2018, para finalizar as ações. As famílias que moram no entorno da área alagada também estão inclusas nas medidas.
Dentre as recomendações do MPF está a limpeza da área que deve ser feita pela prefeitura do município, mas está ação também está atrasada.
A norte energia informou que reafirmou seu compromisso assumido no âmbito do termo de compromisso firmado com o município de Altamira e com o Ibama. A empresa acrescenta que prestou os devidos esclarecimentos acerca do processo de relocação das famílias cadastradas na lagoa do bairro Independente I, e que os tratamentos junto às famílias continuam em curso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário