sexta-feira, 6 de julho de 2018

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO IMPACTUS III PARA COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS EM PARAUAPEBAS


A Polícia Civil deflagrou, nesta quinta-feira (05), a operação policial “Impactus III”, em conjunto com forças de segurança do Estado e município, para cumprir mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela Justiça, no município de Parauapebas, sudeste paraense. Ao todo, quatro pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas. A operação contou com a participação de policiais civis da Superintendência Regional Carajás, policiais militares de Parauapebas, equipe do Grupamento do Canil da Guarda Municipal de Marabá e GRAESP (Grupamento Aéreo de Segurança Pública).
A delegada Simone Felinto, titular da Superintendência, explica que o objetivo da operação foi dar cumprimento a mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela Justiça de Parauapebas. "Os mandados foram solicitados à Justiça, após intenso trabalho investigativo realizado pela Polícia Civil", explica. Foram presos em flagrante Elizangela Rodrigues Correa e Alair Freitas Barbosa, por tráfico, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores; e Joelson Silva Costa e Rafael Santos de Sousa por tráfico de drogas. Elizangela também vai responder por receptação, pois, na casa dela, foi encontrada uma motocicleta roubada.
Duas pessoas foram enquadradas em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), por consumo de drogas: Isamara Rosa Lima e Sindeval de Jesus de Lima Santos. Duas adolescentes foram apreendidas por atos infracionais análogos a tráfico e associação ao tráfico de drogas. Durante a operação, foram aprendidos as seguintes quantidades de drogas: 800 gramas de maconha; 12 papelotes de cocaína; 7 papelotes de “crack” e dois papelotes de maconha. Foram apreendidos ainda cinco telefones celulares; quatro correntes de cor dourada; dois pares de brinco de cor dourada; uma aliança de cor amarela; um pingente de cor amarela e uma motocicleta modelo Honda Biz vermelha com registro de roubo, além de R$ 4.347 em dinheiro. "A ação integrada se desenvolveu sem incidentes, transcorrendo dentro da melhor técnica policial", avalia a policial civil. 
Os presos foram conduzidos à Seccional de Parauapebas, onde foram ouvidos e tiveram as condutas individualizadas a critério da autoridade policial. Em seguida, foram recolhidos à disposição da Justiça. A operação foi coordenada pelas delegadas Simone Felinto, superintendente da Regão do Carajás, Yanna Azevedo, diretora da Seccional Urbana de Parauapebas, e major PM Emmet Alexandre da Silva Mouton, subcomandante do 23° Batalhão da PM de Parauapebas. "As operações integradas terão continuidade no município, visto que é uma diretriz da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social e da Delegacia Geral de Polícia Civil por meio da Diretoria de Polícia do Interior", salienta a delegada.

Fonte: PC/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário